PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

VALE DO IVAÍ - Caminhadas vão explorar potencial turístico da agricultura familiar


Durante reunião técnica de estruturação do projeto Caminhada na Natureza Permanente e de Longo Curso pela Agricultura Familiar no Território do Vale do Ivaí, que aconteceu ao longo de toda a tarde desta quarta-feira (10), no Cine Teatro Fênix, o Secretário de Estado do Planejamento e de Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, enalteceu as potencialidades dos municípios da região para a atração e desenvolvimento de atividades ligadas ao turismo rural e religioso. “O Vale do Ivaí tem um potencial gigante para o desenvolvimento da atividade turística e este projeto de caminhadas permanentes integra um grande objetivo do Governador Ratinho Júnior, que é levar o Turismo para todo o Paraná, um estado rico em natureza, rios, montanhas, lagos, propriedades rurais, entre outros atrativos. O Governador conhece muito bem esta região e eu estou conhecendo, cada vez que visito os municípios da Amuvi me surpreendo com as belezas e atividades turísticas já existentes e o grande campo a ser explorado”, pontuou Valdemar Jorge. Com cerca de 600 quilômetros, o circuito do Vale do Ivaí de caminhadas permanentes irá passar por 17 municípios, entre os quais cerca de 75 quilômetros em limites apucaranenses em trecho que vai desde a divisa com o município de Califórnia até o de Cambira, passando por estradas rurais nas regiões de Pinhalzinho, Correia de Freitas, Barreiro e Jangadinha, além de pontos turísticos como o Parque Ecológico da Raposa, Catedral Nossa Senhora de Lourdes e Museu Histórico do Café. Valdemar Jorge destacou ainda o entusiasmo e apoio do prefeito de Apucarana, Júnior da Femac, e da atuação do secretário de Estado da Saúde, Dr. Beto Preto, enquanto prefeito de Apucarana e presidente da Amuvi. “Se hoje estamos aqui estruturando este projeto, devemos muito ao Dr. Beto Preto. Foi ele que iniciou este trabalho todo, estando várias vezes na Paraná Projetos defendendo o fomento do turismo em Apucarana e o Vale do Ivaí”, contextualizou o secretário de Estado do Planejamento e de Projetos Estruturantes. No encontro, prefeitos, vereadores e técnicos dos 17 municípios integrantes do circuito conheceram detalhes do mapa, com o traçado do circuito por município, e estabeleceram cronogramas visando o cadastramento das famílias rurais interessadas em fornecer serviços aos turistas, para início dos “testes de circuitos” e “inauguração” do projeto. “Turismo é fazer com que as pessoas saiam para andar. E quando elas saem, elas gastam, geram emprego e renda. Mas as pessoas só saem para caminhar se há algo para ver, para conhecer, e neste sentido sabemos que temos muito a mostrar, nossas tradições, propriedades rurais, belezas naturais, nossos sabores. Por isso este projeto do Governo Ratinho Júnior é muito relevante, uma iniciativa que vai fortalecer nossas cidades, nossos agricultores familiares, deixando a região mais unida e forte”, pontuou o prefeito de Apucarana, Júnior da Femac.Também entusiasta do projeto, o vice-presidente da Amuvi e prefeito de Ivaiporã, Luiz Carlos Gil, fez uma análise da potencialidade a ser explorada na região a partir de uma vivência pessoal. “Antes da pandemia, estive na Espanha, na região da Galícia, berço da minha família. Uma localidade com características naturais muito semelhantes ao Vale do Ivaí. Quando meu pai saiu de lá, era uma região muito pobre, foi o principal motivo dele ter deixado a terra natal, mas hoje, sobretudo ao turismo, vive uma outra realidade. Por isso acredito muito neste projeto de caminhadas permanentes e outras iniciativas de exploração de nossas potencialidades, que com certeza podem contribuir para mudar a realidade de nossa região”, disse Gil, lembrando que a região de Ivaiporã registra um dos mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado. Uma realização do Governo Estadual com envolvimento da Paraná Projetos, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR/IAPAR/EMATER) e secretarias do Planejamento e Projetos Estruturantes e Agricultura e do Abastecimento, a iniciativa tem apoio da Prefeitura de Apucarana, da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi) e da Paraná Turismo. Integram o circuito Apucarana, Godoy Moreira, Lunardelli, Lidianópolis, Borrazópolis, Novo Itacolomi, Rio Bom, Marilândia do Sul, Califórnia, Cambira, Jandaia do Sul, Bom Sucesso, São Pedro do Ivaí, São João do Ivaí, Barbosa Ferraz, Corumbataí do Sul e Kaloré. A projeção é de que serão contemplados diretamente mais de 100 famílias agricultoras, além do envolvimento dos meios de hospedagem, serviços e agentes e operadoras de viagens. Ao final do evento, os presentes foram convidados a conhecer a primeira vinícola da Serra de Apucarana. Um empreendimento de Rogério Carnasciali, a Casa Carnasciali fica localizada na Rodovia do Milho (PR 170, km 126) e, além de vinhedos, oferece como atrativo um jardim para os visitantes curtirem a natureza e para realização de eventos, com wine bar com opção de degustação de vinhos e espumantes brasileiros de alta qualidade produzidos por pequenas vinícolas. A reunião técnica de estruturação do projeto Caminhada na Natureza Permanente e de Longo Curso pela Agricultura Familiar no Território do Vale do Ivaí contou ainda com a presença do coordenador Regional da Casa Civil, Rafael Cantagallo, que presentou o Governador Ratinho Júnior, do gerente local do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), Luiz Marcelo Franzin, que representou o secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, que devido a um compromisso de última hora não pode estar presente ao evento, além do presidente da Amuvitur (Associação dos Municípios do Vale do Ivaí Turismo), Fábio Couto Rosa. Por Prefeitura de Apucarana

Nenhum comentário: