PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277


sábado, 6 de fevereiro de 2021

Supermercado da região mantinha produtos vencidos à venda; três são presos

Um supermercado de Sarandi estava mantendo disponível para venda produtos com data de validade expirada. Alguns produtos vencidos eram perecíveis. Outros estavam vencidos há mais de um ano. A informação foi divulgada pela Polícia Civil de Sarandi, que foi acionada pelo Procon e Vigilância Sanitária durante fiscalização ao estabelecimento nesta quinta-feira, 4.​ Foram apreendidos 140 produtos com a data de validade vencida. Entre eles, sucos de garrafa, iogurtes e geleias. Também havia produtos de limpeza vencidos. Alguns dos itens, caso fossem consumidos, poderiam causar problemas à saúde. Vender produtos vencidos é, por lei, considerado crime contra o consumidor. A pena pode variar de dois a cinco anos.ar problemas à saúde. Vender produtos vencidos é, por lei, considerado crime contra o consumidor. A pena pode variar de dois a cinco anos. Segundo o delegado de Sarandi, Adriano Garcia, três funcionários do supermercado foram presos. O gerente e dois repositores de mercadorias do estabelecimento. “Havia inúmeras mercadorias colocadas à venda com o prazo de validade expirado. Alguns desses produtos eram perecíveis, que se consumidos poderiam acarretar graves danos à saúde humana, e alguns com prazo de validade expirado em quase um ano. Feitas essas constatações, demos voz de prisão e encaminhamos à unidade policial o gerente do estabelecimento, representante legal que lá se encontrava, e os repositores, pessoas que tinham o dever de fiscalizar e recolher aquelas mercadorias, o que não foi feito. Foi lavrado auto de prisão em flagrante em desfavor dessas três pessoas”, detalha. Ainda segundo o delegado, durante o interrogatório que ocorreu no final da tarde desta quinta-feira, 4, eles permaneceram em silêncio. Informações do portal GMC.

Nenhum comentário: