PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277


domingo, 10 de janeiro de 2021

Crimes e acidentes caem no período de restrição de circulação, no Paraná


Paraná já está há 35 dias com restrições mais rígidas para a circulação de pessoas e reuniões para evitar a propagação do novo coronavírus. As medidas estabelecidas por decreto do Governo do Estado incluem, entre outras ações, o chamado “toque de recolher” entre 11 horas da noite e 5 horas da manhã. Um balanço da Polícia Militar divulgado nesta sexta-feira, mostra que nesta faixa de horário houve redução de crimes e acidentes desde o início da vigência das normas estaduais. No trânsito urbano, o número de acidentes caiu 31,7%. Também houve redução de crimes como os roubos, os furtos e violência doméstica. Os dados se referem a uma comparação entre os períodos de 29 de outubro a 02 de dezembro e 03 de dezembro a 6 de janeiro. Segundo o subcomandante-geral da PM, coronel Hudson Leôncio Teixeira, alguns fatores contribuíram para o resultado. Ele destacou a forte atuação da corporação na fiscalização das medidas e o reforço de orientações das pessoas sobre as normas sanitárias. O oficial destaca ainda que houve bom senso e colaboração da maior parte da sociedade em respeitar as regras de convívio social e de restrição de circulação. O coronel afirmou que a pandemia do coronavírus desafiou os agentes de segurança pública, que prosseguiram no esforço de redução da criminalidade. Com a edição dos decretos do Estado, a Polícia Militar também redobrou as ações preventivas e as orientações para fazer valer os novos padrões de comportamento e de convívio social para minimizar os efeitos da propagação do vírus. Na quinta-feira, o governo estadual renovou até o final de janeiro as normas estabelecidas no início de dezembro. Houve adequações às medidas já adotadas, mas a inédita restrição de circulação de pessoas em um horário específico prossegue. Além do efetivo regular, foram reforçados os trabalhos de Ação Integrada de Fiscalização Urbana em todo o estado, com atividades que envolveram prefeituras municipais e outros órgãos. 

Nenhum comentário: