PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277


quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

PITANGA - Novas vias de acesso às industriais vão impulsionar o desenvolvimento

Novembro marcou a meta de 65% de andamento das obras das vias marginais da PR-466 em Pitanga, na região central do Estado. Elas vão dar acesso ao complexo de indústrias da região, separando o trânsito urbano das conexões econômicas dos caminhões de carga e dos ônibus dos funcionários. O investimento do Governo do Paraná é de 12 milhões e 400 mil reais e levará mais segurança para cerca de 1.000 colaboradores. A obra envolve pavimentação, drenagem com sarjeta no canteiro central, calçadas com piso tátil, ciclovias, meios-fios, abrigos de ônibus, defensas metálicas, sinalização vertical e horizontal, e quatro interseções em nível ao longo de mais de quatro quilômetros, sendo que, ao todo, com as duas margens, serão mais de oito quilômetros de novas pistas. As intervenções estão previstas para serem entregues em junho de 2021. De acordo com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o Estado tem um olhar diferenciado para a infraestrutura. Segundo a prefeitura de Pitanga, mais de 20 empresas já estão instaladas em dois parques industriais na região e serão diretamente beneficiadas. Elas trabalham com artefatos de concreto, reciclagem, transporte de cargas pesadas, e o mercado de veículos, carnes e grãos. O prefeito de Pitanga, Maicol Callegari, disse que havia dificuldades de acesso ao parque industrial. A obra será importante para atender uma reivindicação antiga do município por mais segurança rodoviária. É uma região com alto índice de acidentes porque os atuais trevos são primários e não comportam o excedente de tráfego. A intervenção também vai ajudar Pitanga a acelerar a resolução de um gargalo social. O município está inserido em um contexto de Índice de Desenvolvimento Humano deficitário em relação ao Paraná como um todo, como explica o prefeito Maicol Callegari. O projeto executivo foi contratado pela prefeitura de Pitanga, que também é responsável pelas desapropriações. As obras começaram em outubro de 2018 e atingiram 65% no mês passado. A parte de terraplanagem já alcançou 90% e 2020 ainda reserva a implementação da capa asfáltica em alguns trechos. São, ao todo, 72 funcionários operando diariamente e mais de 50 equipamentos na obra. Também serão construídas ou melhoradas quatro interseções em nível: uma no posto da Polícia Rodoviária Estadual; no acesso à Pitanga; em frente à C.Vale; e na continuidade do primeiro acesso já existente, de quem segue de Guarapuava a Campo Mourão. O primeiro trevo, que também dá acesso à sede da Faculdades do Centro do Paraná será modernizado e reequilibrado. O Governo do Estado também financiou outras obras em Pitanga. Estão em execução convênios de pavimentação urbana, um Meu Campinho e a revitalização da Rua Alexandre Buchmann. Também foram liberados recursos para a ampliação e reforma da UBS Jardim Maristela e a construção da UBS Barra Bonita, facilitando o acesso à saúde primária, e a construção de um parque linear para ajudar na contenção de cheias e na ocupação urbana. Os auxílios envolvem, ainda, um parque infantil, veículos e uma máquina para pintura de vias municipais.

Nenhum comentário: