PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Tamanduá-mirim é resgatado do bairro Vila Reis em Apucarana

Um tamanduá-mirim foi resgatado nesta quarta-feira (04/11) no Distrito de Vila Reis. Agentes da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Apucarana (Sema) receberam o chamado logo pela manhã. “Um morador nos contatou narrando que o animal silvestre havia adentrado o seu quintal, na área urbana do distrito”, conta Sérgio Bobig, secretário municipal. O resgate foi realizado de forma tranquila, sem resistência por parte do animal e, após averiguação das condições de saúde, o tamanduá-mirim foi levado pela equipe da Sema para uma região de mata, distante da zona urbana, e reintegrado ao seu habitat natural. Bobig relata que esta se tornando cada vez mais frequente ocorrências do gênero no município. “Com o avanço do meio urbano sobre o rural, alguma espécies selvagens acabam, vez ou outra, adentrando à área urbana em busca de alimento”, conta. A orientação é de que a população não tente capturar o animal por conta própria. “Uma autoridade competente deve ser sempre acionada para o resgate, preservando tanto a segurança das pessoas, quanto do animal”, pontua o secretário de Meio Ambiente. De acordo com Bobig, em casos semelhantes à ocorrência com o tamanduá-mirim do Distrito de Vila Reis, a população deve ligar para o telefone 3423-0142, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, ou na Patrulha Ambiental da Guarda Civil Municipal de Apucarana (GCMA), pelo telefone 153 (atendimento 24 horas). A espécie - Encontrado da Venezuela ao sul do Brasil, o tamanduá-mirim é um mamífero arborícola e pode ter até 105 cm de comprimento. É reconhecido principalmente por um padrão de pelagem que faz com que pareça que ele usa um colete preto, apesar de que essa coloração pode variar, com indivíduos totalmente pretos ou marrons. Possui longas garras nas patas anteriores e caminha apoiando o peso sobre os pulsos dos membros anteriores, contrastando com o tamanduá-bandeira, que é nodopedálico (locomoção quadrúpede em que o animal utiliza os nós dos dedos dos membros anteriores para apoiar o peso do corpo. Os gorilas e chimpanzés sãos os mais típicos). São animais solitários, de hábitos que podem ser tanto diurnos quanto noturnos. Alimentam-se preferencialmente de formigas e cupins. Seus predadores incluem felinos de grande e médio porte, como a onça-pintada, a suçuarana e a jaguatirica. Os filhotes são carregados nas costas da mãe, até que se tornem independentes, mas ocasionalmente podem ser deixados em "ninhos".

Nenhum comentário: