PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Novo aplicativo do Estado amplia serviços de telemedicina

 

O Governo do Estado lançou nesta quinta-feira, na Universidade Estadual de Londrina, um novo serviço de atendimento à população chamado Saúde Online Paraná. A plataforma inovadora utiliza um sofisticado sistema de Inteligência Artificial, que vai conectar os pacientes e profissionais da Saúde de forma personalizada e eficiente. O aplicativo será usado como medida de prevenção e combate à Covid-19, além do monitoramento de doenças crônicas, que podem agravar o quadro clínico de pessoas contaminadas. Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o novo aplicativo multiplica o alcance das medidas de proteção e atenção em saúde do Governo do Estado. Ratinho Junior também destaca que as medidas para o enfrentamento da pandemia incluem a expansão da oferta de leitos para pacientes da Covid-19, entrega de novos hospitais, além de proteção às pessoas mais vulneráveis. O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, disse que o novo aplicativo vai beneficiar a saúde física e mental da população, pois vai permitir o acompanhamento de relatórios e indicadores integrados sobre a situação da pandemia no Estado. No aplicativo, disponível inicialmente para Android na Play Store, os cidadãos poderão acessar informações oficiais sobre o novo coronavírus e receber atendimento de profissionais da saúde de plantão, tanto para buscar orientações relacionadas à Covid-19, quanto para outras doenças. A plataforma localiza as unidades de saúde mais próximas ao cidadão e apresenta informações sobre atendimentos. Em breve, o aplicativo estará disponível também na App Store para IOS. Os cidadãos cadastrados no aplicativo podem incluir os familiares que não têm dispositivos móveis com acesso à Internet. Depois do cadastro, os pacientes passam por uma triagem rápida, selecionando as opções de Suspeita de Covid-19; Retorno de Covid-19 positivo; e Contato com Covid-19 positivo. De acordo com o resultado da triagem, o paciente pode ser encaminhado a uma unidade de pronto atendimento ou realizar uma consulta remota com os médicos da plataforma, no período das 8 da manhã às onze horas da noite, diariamente. As consultas são realizadas pelo próprio aplicativo, por meio de Teleconsulta. Caso seja necessário, os médicos podem prescrever medicamentos e emitir atestados digitais. Os médicos que atuam no Teleatendimento têm acesso ao histórico completo de consultas realizadas pelos pacientes, agilizando os diagnósticos e prognósticos.

Nenhum comentário: