PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277


sábado, 28 de novembro de 2020

Duplicação da PR-445 entre Irerê e Mauá da Serra está na fase de projeto

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) informa que está elaborando o projeto de duplicação da rodovia PR-445 para o trecho entre Mauá da Serra e o distrito de Irerê, em Londrina. O projeto é uma etapa anterior à obra, que ainda não tem data prevista para iniciar. Neste momento estão sendo feitos estudos e serviços técnicos necessários para elaboração do projeto. Por conta disso, representantes da empresa contratada pelo DER/PR estão passando nas propriedades às margens da rodovia, solicitando permissão de acesso ao local. Entre os estudos a serem feitos nas propriedades estão levantamentos topográficos e geotécnicos; levantamento cadastral das propriedades e estudos ambientais. Durante a realização dos estudos poderão ser instalados marcos de concreto, piquetes e estacas, além da coleta de amostras de solo. Também podem ser solicitados documentos pessoais e de registros da propriedade para elaboração de cadastro dos proprietários. No momento, ainda não existem definições de quais áreas serão diretamente afetadas pela obra e eventualmente desapropriadas. Elas ocorrerão somente após finalização dos estudos e do projeto de engenharia. PROJETO – O projeto tem extensão de 49,7 quilômetros e vai do entroncamento com a BR-376, em Mauá da Serra, até a altura do km 50 da PR-445, no ponto onde já estão sendo finalizadas obras de duplicação. O entroncamento com a BR-376 deverá ser remodelado com a incorporação de faixas de aceleração e desaceleração para comportar a duplicação. Os acessos ao município de Tamarana e ao distrito de Lerroville deverão ser interligados por meio de marginais e contemplados com intersecções em desnível. No trecho também existem dois entroncamentos com a PR-532, onde serão estudadas soluções para implantação de intersecções em desnível: o primeiro, localizado na altura do km 40,75 é o trevo que dá acesso ao distrito de Guaravera e o segundo trata-se do trevo de acesso ao distrito de Taquaruna. O contrato para elaboração do projeto foi assinado no último mês de abril e a previsão de término é para maio de 2021. O investimento é de R$ 3,6 milhões, montante financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná.

Nenhum comentário: