PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Serra de Apucarana - vinícola produz primeiro vinho




No final do ano passado, a serra de Apucarana ganhou a primeira vinícola e, com o empreendimento, uma nova modalidade de turismo, chamada de enoturismo. Este segmento se fundamenta em viagens que são motivadas por pessoas que apreciam o aroma, o sabor e a degustação de vinhos, bem como a apreciação das tradições e as características das localidades que produzem esse tipo de bebida. O prefeito Junior da Femac afirma que Apucarana já desenvolve outras modalidades de turismo, como o religioso e o rural. “Agora, com empreendimentos deste gênero, Apucarana passou também a desenvolver o enoturismo. A degustação de vinhos tem grande potencial de atrair as pessoas. O enoturismo já está trazendo para Apucarana o público regional e isso deve aumentar com a tendência atual de realizar viagens mais curtas. Os turistas vêm conhecer os vinhedos e tudo o que existe no seu entorno, gastando aqui e alavancando o turismo”, ressalta Junior da Femac. A Vinícola Casa Carnasciali, localizada na Rodovia do Milho (PR 170, km 126), foi aberta no final do ano passado. Com o advento do coronavírus, os visitantes devem agendar com antecedência, pois o acesso passou a ser limitado a 100 pessoas por dia. No entanto, já é possível perceber o potencial do empreendimento em atrair o público regional. A maior parte dos visitantes vem de municípios do Vale do Ivaí e de cidades como Londrina, Maringá, Cianorte, Umuarama, Paranavaí, Pitanga e Ponta Grosa. “Também recebemos turistas do Sul de São Paulo”, afirma o empreendedor Rogério Carnasciali. O público atraído pela vinícola é formado por pessoas que gostam de gastronomia, de vinhos e de novas experiências. “Na faixa etária de 25 a 65 anos. No entanto, 70% dos visitantes são jovens, na faixa de 25 a 35 anos”, detalha. Carnasciali conta que as pessoas não vão até a vinícola simplesmente em busca de uma bebida especial. “As pessoas vão apreciar o vinho e todo o entorno. Temos também muitos jardins neste espaço, com orquidário, bromeliário e ainda cerca de mil roseiras. O que chama a atenção é esse conjunto. É um lugar muito lindo e as pessoas costumam colocar mantas e se deitar na grama”, revela. Os turistas também podem conferir os vinhedos e a agricultura de precisão praticada no local. “Aplicamos alta tecnologia, com postes especiais que garantem alinhamento e nivelamento, além de todos os cuidados na condução e na colheita. É um lugar para as famílias passarem o dia, andar nos vinhedos e apreciar tudo o que o lugar oferece”, pontua. Primeiro vinho será lançado em novembro - A partir de novembro, os visitantes passarão a contar com o chardonnay Casa Carnasciali. Este é o primeiro vinho fino seco produzido com uvas colhidas nos vinhedos da serra de Apucarana. “Colhemos 1.300 quilos em nossos vinhedos, suficientes para produzir 1.300 garrafas do chardonnay Casa Carnasciali”, afirma o empreendedor. O lançamento vai ocorrer nos dias 13, 14 e 15 de novembro. “Já em janeiro, vamos lançar o vinho Shiraz Rose produzido a partir da colheita de 1.500 quilos da uva”, informa, acrescentando que a produção vai ser comercializada na própria vinícola e através do instagram. “Ainda no ano que vem também será lançado o vinho pinot noir e os espumantes, além da possibilidade de hospedagem em chalés”, anuncia. O vinho produzido vai se juntar a outros disponíveis no wine bar. “Possuímos vinhos e espumantes brasileiros de alta qualidade produzidos por pequenas vinícolas. Eles são trazidos de vinícolas boutique premiadas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais. Agora, teremos também como opção os vinhos produzidos com as uvas de Apucarana”, reitera Carnasciali. “Terroir” da Serra de Apucarana - O proprietário da Vinícola explica que Apucarana está iniciando um novo “terroir”, termo francês utilizado para designar um local que produz um tipo de uva e um vinho com características específicas. “Estamos iniciando o terroir da serra de Apucarana, que é caracterizado pela altitude, ventos, temperaturas amenas, solo cascalhado, abundância de água e exposição ao sol. São características que garantem a produção de uma uva e de um vinho especial”, explica, acrescentando que foram plantados na vinícola mudas certificadas de clones franceses das variedades de uvas chardonnay, pinot noir e shiraz. Carnasciali afirma que os vinhos se diferenciam devido à combinação de diversas características. “Em cada lugar do mundo, o vinho é diferente. O chardonnay no Rio Grande do Sul tem as suas características, assim como o produzido no Chile e na França. Agora, teremos o chardonnay de Apucarana. A uva é a mesma, mas as condições climáticas são diferentes”, esclarece.

Notícias Apucarana

Nenhum comentário: