PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Servidor é preso acusado de cobrar propina de comerciante em Ivaiporã



Um servidor público estadual da 22ª Regional de Saúde, de Ivaiporã, foi preso acusado de exigir para si ou para outrem, direta ou indiretamente, vantagem indevida (propina). A prisão foi realizada pelo Ministério Público, em forma de flagrante, com apoio do serviço reservado da Polícia Militar. 

A investigação começou quando um comerciante, proprietário do Alimentos Sanches, passou a relatar que, em data anterior, ocorreu na sua empresa, um acidente de trabalho envolvendo uma funcionária, sendo  que o processo foi resolvido através de um termo de ajustamento de conduta no Ministério Público do Trabalho, porém o acusado, que trabalhava na 22ª Regional de Saúde, foi realizar vistoria de rotina, juntamente com dois profissionais da área. A partir desse momento, o funcionário pediu o número de telefone celular para posterior contato com comerciante. 

Em um momento seguinte, passou a exigir o valor R$5.000,00 para realizar laudo favorável a empresa. 

Como se não bastasse, ainda ameaçava dizendo que se não fosse feito o pagamento, poderia confeccionar laudo para o prejudicar. Como prova, a vítima entregou áudios para o MP. Após estes acontecimentos, neste dia 02 de setembro, de 2020, o comerciante informou ao Ministério Público, em especial ao promotor Cleverson Leonardo Tozatte, que o acusado marcou um encontro com ele, no conhecido "Bar da Josaine", onde receberia dez notas de 100 reais, como pagamento da propina. Por cautela, todas as notas foram escaneadas e marcadas. 

A operação foi realizada com muita cautela e competência pelos policiais e o MP, sendo que o comerciante usava um carro Mercedes Sprinter, e o acusado, um Fiat Uno branco. Ao chegar no referido Bar, o empresário disse que o funcionário havia mudado o local, dizendo que era para ele deslocar até o "Torno Ivaí". O comerciante estacionou o carro no local, sendo que, exatamente, às 19:34 horas, o Fiat Uno parou próximo e seu condutor foi receber os valores. Pouco depois, foi feita a abordagem, sendo que, no porta luvas do Uno, estavam os mil reais, caracterizado o crime. A promotoria entregou a Polícia, CD com áudios, além de imagens da notas de 100 reais, que foram preparadas para comprovar o delito. 

Diante do flagrante delito do crime de concussão, foi dada voz de prisão ao servidor, e conduzido juntamente com objetos, dinheiro em espécie, celular, os quais foram apreendidos e entregue a Delegacia de Polícia Civil de Ivaiporã para serem tomadas medidas de Polícia Judiciária.


As informações são da Polícia Militar/Berimbau


Nenhum comentário: