PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

terça-feira, 8 de setembro de 2020

Homens são presos suspeitos de incendiar casa e matar cerca de 10 cachorros


Dois homens suspeitos de incendiar uma casa no bairro Hauer, em Curitiba, e matar pelo menos 10 cachorros neste domingo (6) foram presos pela Polícia Militar, conforme divulgado pela Polícia Civil hoje. Cerca de 20 cães foram resgatados com vida pela equipe da Delegacia do Meio Ambiente.

“A PM veio até o local ontem, capturou em flagrante as duas pessoas que teriam praticado isso. Hoje nosso foco era retirar os animais de tudo. As cenas são desoladoras, a gente vê animal morto por tudo que é lugar. Tem muita marca de sangue. Por onde a gente vai, encontramos cadáver de animal, cachorro ferido com golpe na cabeça…  A gente tem que trabalhar para que as pessoas sejam responsabilizadas”, disse o delegado Matheus Laiola à Band Paraná.

Segundo ele, foram encontrados ao menos dois cachorros carbonizados. Outro cão estava com a pata decepada com um foice e embalado em um saco plástico, o que mostra crueldade por parte da dupla presa. Filhotes também foram vítimas do incêndio.

De acordo com a Polícia Civil, o proprietário da residência teria ido até o local com o irmão para cobrar o aluguel atrasado da moradora, uma idosa de 74 anos. Os dois teriam ameaçado e agredido a idosa.

“Eu não esperava o que aconteceu. Ele bebeu, eu tava devendo quatro dias de aluguel e ficava mandando mensagem. Ontem falou que iria começar a matança. Ele matou o Falcão, a Preta, os dois filhotes… O animal é mais amigo da gente que o ser humano. Eles não te jogam na cara, te xingam, não de mal-tratam”, disse a dona Maria, moradora.

A polícia considera que a idosa é uma acumuladora compulsiva. Ela já esteve envolvida em outro incêndio em 2013, que vitimou outros 43 cães. Por isso, todos os cachorros devem ser recolhidos e a equipe policial afirma que ela precisa da ajuda da família. No entanto, isso não justifica a ação dos homens.

“A gente conseguiu angariar provas dele mandando mensagem falando que iria matar todos os animais”, afirmou Laiola.

Os cachorros resgatados devem passar por avaliações de saúde em clínicas médico-veterinárias e encontrar novos lares. Já os dois homens devem responder por maus-tratos à idosa e aos animais e pelo incêndio. Um deles ainda poderá ser denunciado por lesão corporal ao tentar resistir à prisão. - ParanáPortal

Nenhum comentário: