PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Deputado Cobra Repórter destaca ampliação da rede hospitalar do Estado

“O Governo do Paraná tem se destacado na área da saúde em relação aos outros Estados desde o início da pandemia do novo coronavírus. Entre as ações realizadas, o aumento na capacidade de testagem, a vigilância epidemiológica atuante, a divulgação de orientações e, principalmente, a ampliação de leitos”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo, nesta terça-feira (25), quando esteve em Curitiba. Segundo a secretaria estadual de Saúde (Sesa), no início de março, o Paraná tinha disponível 1.329 leitos de Unidade de Terapia Intensiva, criados ao longo de 30 anos. 

Deste total, 194 leitos foram destinados para atendimento exclusivo Covid-19 e outros 956 leitos foram criados ou ativados de forma gradual totalizando até 17 de agosto, 1.150 UTI entre leitos adulto e infantil. Além das unidades intensivas, outros 1.633 leitos clínicos, enfermaria, também foram criados. Com a estratégia de regionalização e descentralização adotada pelo Governo do Estado desde 2019, a Sesa organizou e planejou os leitos distribuídos em quatro macrorregiões. “Atuamos desta maneira para que, a gestão desses leitos pudesse deslocar minimamente o paciente reduzindo o tempo e possibilitando que ficasse próximo à sua residência. 

Dessa forma, ativamos quando necessários novos leitos e fazemos a gestão buscando respeitar a vontade de família de estar próximo, mas com todas as condições necessária de suporte para o atendimento”, disse o diretor de Gestão em Saúde da Sesa, Vinícius Filipak. O deputado estadual Cobra Repórter lembrou ainda que o governador Ratinho Junior optou por não instalar Hospitais de Campanha e, sim, ampliar a estrutura já existente, porque, quando a pandemia acabar, os leitos irão permanecer para o atendimento de pacientes com outras doenças. 

O Hospital Universitário de Londrina, por exemplo, vai finalizar a abertura dos leitos exclusivos para pacientes com a Covid-19 no próximo dia 31 de agosto. Serão mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva e 25 leitos de retaguarda. Quando todos os leitos estiverem liberados, a estrutura de UTIs do Hospital Universitário de Londrina será a maior de todo o Estado segundo o Governo”, explicou Cobra Repórter.

 Sesa

Nenhum comentário: