PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Crianças e adolescentes vítimas de crimes sexuais terão escuta especializada em Apucarana

O Município de Apucarana, através de convênio assinado pelo prefeito Junior da Femac, está cedendo um profissional de psicologia para a Delegacia da Mulher.
O Município de Apucarana está cedendo um profissional de psicologia para a Delegacia da Mulher. A medida permitirá que crianças e adolescentes, vítimas de crimes sexuais e outras formas de violência, tenham escuta especializada. O convênio com a Secretaria de Estado da Segurança, autorizando a cessão, foi assinado nesta quarta-feira (05) pelo prefeito de Apucarana, Junior da Femac.

O prefeito afirma que a medida atende solicitação feita pela Delegacia da Mulher, através da delegada Sandra Nepomuceno. “A legislação exige que crianças e adolescentes vítimas de crimes sejam ouvidos por um profissional especializado, visando a proteção integral das vítimas e auxiliando a Polícia Civil nas investigações. Como a Delegacia da Mulher de Apucarana não possui esse profissional, o Município está cedendo um servidor para prestar serviços na área de psicologia  ”, frisa Junior da Femac.

De acordo com a delegada Sandra Nepomuceno, somente no ano passado houve o registro de 40 situações de estupro de vulnerável. “No caso dos adolescentes, que conseguem se comunicar melhor, conseguíamos obter detalhes dos fatos nas oitivas. No entanto, as crianças dependem da escuta especializada e isso somente acontecia, meses depois, no Judiciário”, explica a delegada.

De acordo com ela, esse período entre os fatos e a oitiva no Judiciário trazia enormes prejuízos para a investigação. “O ideal é que detalhes sejam esclarecidos no dia dos fatos, quando ocorre o registro do boletim na delegacia. Logo após o fato, quando há a escuta especializada, a criança consegue passar o que aconteceu com maior riqueza de detalhes”, salienta.

A delegada agradeceu ao prefeito Junior da Femac pelo atendimento de  mais este pleito. “Com a cessão do profissional de psicologia, conseguiremos cumprir o que estabelece a legislação, ou seja, fazer a escuta especializada tanto de adolescentes quanto de crianças vítimas de crimes. Com esta medida, o prefeito está nos instrumentalizando para esclarecer os fatos durante as investigações”, reitera Sandra Nepomuceno.

PMA

Nenhum comentário: