PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Apucarana é referência em aulas on line no Paraná


Cinco meses após a suspensão das atividades letivas presenciais, devido ao risco de transmissão do novo Coronavírus, a Autarquia Municipal de Educação (AME) tem sido procurada por diversos municípios do Estado. O modelo implantado por Apucarana tem sido referência em aulas remotas na rede municipal de Apucarana. Mais de 70% dos alunos vêm acessando regularmente o aplicativo Google Classroom para assistir às videoaulas e cumprir as tarefas disponibilizadas pelos professores.

Ao mesmo tempo, os centros infantis (CMEIs) e escolas enviam as mesmas matérias, porém na versão transcrita, aos estudantes que têm acesso limitado à internet. E, a partir da próxima segunda-feira (1/9), as videoaulas serão disponibilizadas também em TV aberta, por meio do canal 11.3, reforçando os conteúdos do primeiro e do segundo bimestres. 

A secretária de educação Marli Fernandes diz que, apesar de todos estarem vivenciando um ano letivo atípico, as crianças apucaranenses não ficaram um dia sequer longe da aprendizagem, atendendo uma exigência feita pelo prefeito Junior da Femac. “No último encontro presencial que tiveram, em 20 de março, os professores já encaminharam uma série de atividades aos alunos, para que eles pudessem dar continuidade aos estudos em casa. Nós achamos que a questão sanitária seria resolvida mais rapidamente, porém não foi o que aconteceu”, explica a secretária.

Segundo a secretária, a AME firmou uma parceria com a empresa Google for Education, para a utilização do aplicativo Google Classroom, que facilitou bastante a comunicação entre professores e alunos. “A novidade agora é que finalizamos o processo licitatório que permitirá ainda a transmissão das aulas por meio da TV aberta, garantindo que todas as crianças, mesmo aquelas que não têm acesso à internet, recebam os conteúdos no formato de vídeo,” revela Marli Fernandes.

Importante lembrar que a Autarquia Municipal de Educação disponibilizou dois estagiários, da área de Tecnologia da Informação, para auxiliar as unidades de ensino e as famílias dos alunos na instalação e configuração do aplicativo Google Classroom. Os atendimentos geralmente acontecem por contato telefônico, porém, em casos mais específicos, eles podem ir até a escola ou casa do estudante.

As aulas remotas são destinadas às turmas de Pré 1 ao 5° Ano. As crianças matriculadas nos CMEIs também são contempladas com atividades, mas estas são mais lúdicas e menos frequentes. 

Pais aprovam modelo implantado  - Os pais dos alunos estão aprovando a forma como a educação vem sendo conduzida em Apucarana, no contexto da pandemia de Covid-19. “A Autarquia Municipal de Educação está de parabéns pela realização do ensino remoto. Muito obrigada aos professores por estarem se dedicando com tanto carinho na preparação e gravação das aulas. Eu gosto muito de participar e ajudar a minha filha com as tarefas. Percebo que ela também se sente feliz por ter a minha companhia nesses momentos, apesar da saudade da escola,” afirma Vânia Mendes Felix, mãe da aluna Maria Luiza, da Escola Municipal Luiz Carlos Prestes.

“Como as crianças gostam de mexer no computador e no celular,  acho que o aplicativo Google Classroom tornou as aulas mais atrativas para elas. Antes, o meu filho sentia um pouco de preguiça de fazer os exercícios escritos. Mas, desde que as aulas começaram a ser pela internet, ele vem assistindo aos vídeos e fazendo as tarefas tranquilamente, eu só preciso ajudar quando ocorre algum problema técnico,” avalia Rosicleide Vitorino, mãe do aluno Jean, da Escola Municipal Professor Idalice Moreira Prates.

A mesma opinião é compartilhada por Andressa da Fonseca Silveira, mãe dos alunos Eduardo e Milena, da Escola Municipal João Batista. “É lógico que nada se compara ao contato presencial entre professor e aluno. Entretanto, como isso não é possível no momento, a utilização do aplicativo Google Classroom, junto com as videoaulas, está facilitando o dia-a-dia da minha família. É importante mencionar que nós recebemos todo o suporte das equipes da escola e da Autarquia Municipal de Educação. Eu estou muito satisfeita com o aprendizado nesse novo modelo, pois assim meus filhos permanecem seguros dentro de casa”, comenta Andressa.

As atividades referentes às disciplinas do núcleo comum curricular, como Português, Matemática, Ciências, História e Geografia, tem duração média de 20 minutos. Enquanto as aulas da parte diversificada do currículo, como Inglês, Espanhol, Artes e Educação Física, têm aproximadamente 10 minutos cada.

Os docentes também precisaram se adaptar ao novo modelo de ensino. A Autarquia Municipal de Educação ofereceu diversos treinamentos aos profissionais envolvidos na elaboração das atividades remotas. “Gravar as aulas tem sido um desafio, mas estou gostando e, principalmente, aprendendo bastante,” declarou a professora Maiara Fortunato.   

Modelo é destaque na Websérie - “Boas Práticas de Gestão” No dia 3 de julho, a iniciativa apucaranense foi apresentada na webserie “Boas Práticas da Gestão”, promovida pela plataforma Conviva Educação. “Nós ficamos muito felizes porque a nossa experiência foi considerada digna de servir de modelo para outros municípios. Isso significa que estamos no caminho correto, buscando entregar educação de qualidade para os nossos alunos, apesar de todas as dificuldades impostas pela pandemia de Covid-19,” concluiu a secretária Marli Fernandes, enaltecendo todo o apoio assegurado pelo prefeito Junior da Femac. 

A partir da próxima segunda-feira (1/9), a Autarquia Municipal de Educação replicará as videoaulas do 1º e do 2º bimestres, das turmas de Pré I ao 5º ano, por meio do canal televisivo aberto 11.3. Os pais dos alunos receberão o cronograma com o horário das aulas por meio de aplicativo de mensagens. 

Por Notícias Apucarana 

Nenhum comentário: