PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

sexta-feira, 31 de julho de 2020

Saúde de Apucarana faz alerta pelo alto contágio da Covid-19 entre os jovens

Os números da pandemia do novo coronavírus em Apucarana têm chamado a atenção pelo maior e crescente percentual de casos entre os jovens. Dos 600 registros da doença no município até hoje (30), 264 estão na faixa etária entre 20 e 39 anos, o que representa 44% do total. O número chega a 52% quando são incluídas as faixas etárias entre 0 e 9 anos e 10 e 19 anos.

O prefeito Junior da Femac alerta que é preciso que as pessoas destas faixas, principalmente de 20 a 39 anos, se conscientizem acerca do risco. “Não são apenas os mais idosos que estão sendo acometidos pelo vírus e enfrentando um risco maior de complicações e até de morte”, chama atenção o prefeito Junior da Femac.

Segundo o prefeito Junior da Femac, o avanço dos diagnósticos entre os jovens preocupa, já que as pessoas mais novas podem levar a doença para casa, infectando idosos ou familiares com comorbidades. “O vírus está entrando na casa das pessoas, muitas vezes, pelos jovens. Pode não acontecer nada mais grave com um rapaz de 25 anos de idade, por exemplo, mas ele pode contaminar um idoso e, então, o desfecho pode ser fatal”, alerta o prefeito.

Junior da Femac pede a colaboração das pessoas, principalmente para que evitem aglomerações familiares. Também mostrou preocupação com a realização de festas clandestinas em chácaras, que estão sendo alvo de fiscalização das polícias.

“As pessoas não podem perder o foco. Não é o momento de fazer festa. É preciso usar a máscara, lavar as mãos e ficar em casa quando possível. Somente assim vamos passar por essa fase difícil”, completa.

O diretor presidente da Autarquia Municipal de Saúde, Roberto Kaneta, relaciona 4 fatores que influenciam diretamente no contágio desta faixa etária de 20 a 39 anos. “O primeiro é o fator biológico pela  grande possibilidade dessas pessoas já terem sido contagiadas por algum outro tipo de coronavírus (são 7 tipos que provocam síndromes gripais não graves) que reduzem a imunidades e facilita  o contágio deste novo coronavírus”, explica.

O outro fator, prossegue Kaneta, é o social pelo fato das pessoas dessa faixa etária participarem de eventos sociais, festas, ocasiões em que o risco de contágio é maior. “O fator profissional também contribui, pois muitos trabalhadores da saúde possuem essas idades e têm apresentado alta contaminação. E ainda é preciso considerar o fator saudável, ou seja, pessoas que têm esse conceito de si próprias e não respeitam o isolamento, distanciamento, não seguem as recomendações de higienização das mãos e uso de máscara”, complementa Kaneta.

NÚMEROS DA PANDEMIA

Comparados os dados da pandemia em Apucarana entre os dias 10 de junho e 30 de julho, o número de casos aumentou 745% no município, de 71 confirmações para 600. Na faixa etária entre 20 e 29 anos, a alta foi de 1.833% (6 para 116); de 825% na faixa etária entre 30 e 39 (16 para 148) e 933% na faixa etária entre 10 e 19 anos (3 para 31).

O município também registrou altas significativas entre 0 e 9 anos (2.000%) e entre 70 e 79 anos (2.000%). No entanto, nesses recortes de idade, o número global de casos foi menor: aumento de 1 para 21 nos dois grupos.


PMA

Nenhum comentário: