PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

segunda-feira, 13 de julho de 2020

CORONAVÍRUS - Pandemia completa 4 meses no Paraná e julho já assusta

A pandemia do novo coronavírus completou, neste domingo (12), quatro meses desde que o Paraná teve confirmado seus primeiros casos. Foi no dia 12 de março, quando com cinco casos em Curitiba e um em Cianorte, o Paraná se viu parte do pesadelo que assusta o mundo. Ontem, segundo números do último boletim, eram 42.058 casos confirmados em todo o Estado e 1.028 mortes pela doença.
A evolução de casos e óbitos nestes quatro meses tem momentos diferentes. Acompanhando os boletins que a Secretaria de Estado da Saúde divulga desde fevereiro — quando ainda eram apenas casos suspeitos — são pelo menos três fases. A primeira, com o primeiro boletim com os primeiros casos, e que lentamente avançaram para abril. No dia 12 de abril eram 738 os casos confirmados e 30 mortes.
Um segundo momento vai de abril a maio, quando os números mostravam um ligeiro aceleramento no contário. No dia 12 de maio, quando se completava o segundo mês desde o primeiro positivo, os números de casos mais que dobraram e as mortes aumentaram quase quatro vezes. Naquele dia o boletim da Sesa trazia 1.906 casos e 113 mortes.
O terceiro momento vem em junho, quando os casos se espalham por todas as regiões do Estado, e medidas mais duras começam a ser tomadas. No dia 12 de junho eram 8.705 casos e 294 mortes. Mas, o mês terminaria ainda mais trágico. No dia 30 de junho já seriam 22.623 casos e 636 mortes.
O mês de junho sozinho registrou quase 18 mil casos da doença além de 458 mortes. Mas julho já tem números piores apenas com 12 dias de dados. Apenas neste período, são 19.435 casos confirmados e 392 óbitos. Números que assustam.
A Secretaria de Estado da Saúde divulgou, neste domingo, 1.729 novas confirmações e 30 mortes pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma 42.058 casos e 1.028 mortos em decorrência da doença.
Os 30 pacientes que faleceram estavam internados. São 13 mulheres e 17 homens, com idades que variam de 10 a 84 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 5 a 12 de julho. O caso de dez anos trata-se de uma menina do interior do Estado.
Os pacientes que morreram residiam em Colombo (2), Curitiba (17) e um paciente em cada um dos seguintes municípios: Cascavel, Clevelândia, Nova Prata do Iguaçu, Palotina, Perola D’Oeste, Piraquara, Ribeirão Claro, Salto do Lontra, Santo Antonio do Sudoeste, Sapopema e Telêmaco Borba.

Curitiba

Em Curitiba, o boletim de ontem trazia 184 novos casos diagnosticados e 11 óbitos. Desde março, são 253 mortes causadas pela doença na cidade, e o total de pessoas que contraíram a doença e tiveram o exame confirmado foi para 9.849 casos. A taxa de ocupação das 293 vagas em UTIs do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivas para Covid-19 chegou a 91% neste domingo.

Brasil

O Brasil registrou 631 óbitos pelo novo coronavírus em 24 horas, entre o boletim deste sábado e o divulgado ontem, segundo atualização diária divulgada pelo Ministério da Saúde. As mortes causadas pelo vírus já somaram 72,1 mil no país.
De acordo com a atualização do ministério, 669.377 pessoas estão em acompanhamento e 1.123.204 se recuperaram. Segundo o Painel Coronavírus, foram registrados 24.831 casos de pessoas diagnosticadas com Covid-19 desde sábado. O número de casos confirmados desde o início da pandemia chegou a 1.864.681.


Nenhum comentário: