PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Governo do Paraná autoriza ampliação de centro médico do Vale do Ivaí


O Governo do Estado autorizou o início das obras de ampliação da sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ivaí e Região (Cisvir), que é um centro de especialidades médicas. A liberação foi confirmada nesta quarta-feira (17) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, em videoconferência com os prefeitos dos municípios que compõem o consórcio, com participação do secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.
O investimento estadual é de quase R$ 3 milhões na obra e para a aquisição dos equipamentos, com 5% de contrapartida municipal. O centro de especialidades é a principal estrutura para a oferta de serviços de média complexidade no Vale do Ivaí e atende 18 municípios da região, que somam população de aproximadamente 400 mil pessoas.
O novo bloco, com área de 1.013 metros quadrados, vai concentrar os serviços odontológicos, laboratório de imagem e novos consultórios médicos. O governador destacou que a programação estadual da Saúde é de fortalecer os consórcios intermunicipais dentro de uma estratégia regionalizada. “A ideia é ampliar e melhorar a parceria para atender melhor a população na saúde. Estamos com projeto de ampliação e criação dos Ambulatórios Multiprofissionais Especializados (AMMes). 
Um dos grandes dramas ainda é não ter médicos especialistas perto dos municípios, precisamos dar mais musculatura”, afirmou Ratinho Junior. Ele destacou que se trata de um projeto significativo para a descentralização. “Em pouco tempo de governo ampliamos esse espaço, temos três novos hospitais regionais e estamos fechando os projetos de dez AMMEs”. Segundo o secretário estadual de Saúde, o projeto foi organizado em Apucarana e vai facilitar o acesso a milhares de pessoas no Vale do Ivaí. “A prefeitura encampou o projeto. Passam por esse prédio todos os dias 1,5 mil pessoas. 
Ao longo do mês são mais de 30 mil com acesso ao prédio. Contamos com a ajuda de todos os municípios e através do consórcio demos um importante passo na atenção regionalizada”, disse. Washington Luiz da Silva, prefeito de Kaloré e presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi), destacou que a ampliação garante tranquilidade de atendimento para a população. “Agora na pandemia entendemos ainda mais a dificuldade de agir na saúde e a importância de ter espaços de atendimento modernos”, acrescentou. 

 PROJETO 

A prefeitura de Apucarana já concluiu os projetos arquitetônico, estrutural, elétrico e hidráulico e toda a documentação referente às licenças e contratação de empresa especializada, que já está definida por licitação. O prefeito Júnior da Femac, explicou que o município foi responsável pela elaboração do projeto, do orçamento, da licitação e intermediação dos recursos, com acompanhamento da diretoria do consórcio. “O novo prédio fica na Avenida Santa Catarina, importante eixo da cidade, e próximo do terminal ferroviário, com conexões importantes com Arapongas, Jandaia do Sul e Mauá da Serra. 
É uma obra símbolo da descentralização da saúde no Paraná, de deixá-la mais próxima das pessoas”, disse o prefeito de Apucarana. O projeto de ampliação prevê a construção de mais um bloco com 1.013 metros quadrados de área, que vai abrigar setores de diagnóstico por imagem, consultórios odontológicos e novos consultórios médicos, além da cobertura da área das ambulâncias. Uma das principais novidades é no setor de odontologia, que hoje funciona em um prédio alugado em Apucarana. 
No novo local serão prestados atendimentos odontológicos, ortodônticos, implantes, entre outros. A ampliação do centro também vai permitir a integração de outra unidade localizada em Arapongas que também é locada. A obra com 22 novas salas deve ser entregue em 2021. Aquiles Takeda Filho, prefeito de Marilândia do Sul e presidente do Cisvir, disse que o Governo do Estado também já liberou recursos para equipamentos. “Estamos dando um passo avançado na saúde. Essa estrutura é um braço de média complexidade para fortalecer a rede de saúde. 
Era preciso ampliar as especialidades, os exames e integrar odontologia.”, afirmou. “Os equipamentos também já foram autorizados, são cerca de R$ 500 mil do Governo do Estado para melhorias na saúde”. Atualmente, o Centro de Especialidades concentra 20 consultórios oftalmológicos, ginecológicos, urológicos, ambulatórios, eletroencefalograma, espaços para exames de ultrassom, eletrocardiograma, raio-X e sala de recuperação, além de recepção, administração, cozinha, refeitório, fraldário e sanitários. 
A estrutura foi inaugurada em 2016, no bairro Jardim América, e conta com 1.950 metros quadrados de área construída. No local, são feitos cerca de 120 mil consultas e 300 mil exames por ano, em áreas como cardiologia, pneumologia, oftalmologia, nefrologia, ortopedia, nutrição, psiquiatria e psicologia, além de outras especialidades.

COMSUS 

 O recurso para ampliação do Centro de Especialidades Médicas vêm do Programa Estadual de Apoio aos Consórcios Intermunicipais de Saúde (Comsus). No final do ano passado, o governador Ratinho Junior liberou R$ 20 milhões para 19 consórcios de saúde, que abrangem 335 municípios paranaenses. Os consórcios intermunicipais são iniciativas autônomas das prefeituras localizadas em determinadas regiões do Estado. Elas se associam para gerir e prover serviços à população.
Os consórcios somam os recursos dos municípios integrantes ao montante estadual e conseguem agilizar os atendimentos especializados. Eles foram implantados no âmbito do SUS na década de 90 e ocupam papel de destaque na Política de Saúde do Paraná. 

 CISVIR 

Criado em 1996, o Centro de Especialidades Médicas do Cisvir atende a população pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Durante 20 anos funcionou em imóveis alugados e em 2016 ganhou sede própria em Apucarana, em um terreno de 11 mil metros quadrados doado pela prefeitura. O prédio recebeu investimento de aproximadamente R$ 3 milhões, entre estrutura e equipamentos, com recursos do governo federal, Governo do Estado e prefeitura. 

AMBULATÓRIOS MULTIPROFISSIONAIS 

 O Paraná terá dez Ambulatórios Multiprofissionais Especializados (AMMEs) a partir de 2021. O investimento soma R$ 100 milhões. Eles serão gerenciados pelos consórcios intermunicipais de saúde e estão dentro da estratégia de regionalização do atendimento à população. Os municípios contemplados são Irati, União da Vitória, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Ivaiporã, Paranavaí, Colombo e São José dos Pinhais. Os dois últimos vão atender, de forma separada, as zonas Norte e Sul da Região Metropolitana de Curitiba. 

 Hospital Regional de Ivaiporã amplia atendimento na região 

O Hospital Regional de Ivaiporã, no Vale do Ivaí, começou a atender a população no começo de junho. Inicialmente, a estrutura vai funcionar voltada especialmente para pacientes diagnosticados com a Covid-19. São até 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e até 60 leitos de enfermaria. Previsto para ser inaugurado apenas em dezembro, a hospital teve as obras antecipadas pelo Governo do Estado para se integrar à força-tarefa de combate à pandemia da Covid-19. 
Administrado pela Rede de Assistência à Saúde Metropolitana, o centro médico tem atualmente 250 funcionários, número que pode ser ampliado de acordo com a necessidade. Além de Ivaiporã, o hospital vai reforçar o atendimento em todo o Vale do Ivaí. A perspectiva é que nos próximos meses o Hospital Regional de Ivaiporã receba mais equipamentos, condição necessária para a ampliação dos atendimentos – o centro médico pode receber até 98 quartos de enfermaria quando atingir a capacidade completa.


 Agência Estadual de Notícias do Paraná.

Nenhum comentário: