PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Polícia Civil registra 58 crimes virtuais em Maringá nos últimos 30 dias

A delegacia de estelionato da Polícia Civil em Maringá registrou 58 casos de crimes virtuais na cidade nos últimos 30 dias - quase duas infrações por dia. O número está dentro da média, conforme a polícia. A reportagem da CBN recebeu mensagens de pessoas que tinham sido vítimas desse tipo de problema nas últimas semanas.
Na delegacia, os casos mais recorrentes desse tipo são: clonagem de cartão de crédito, com 37 boletins de ocorrência, e 21 de clonagem de Whatsapp. A Polícia Civil dá dicas para evitar ter dor de cabeça nessas situações
No caso do cartão de crédito, evite passar o item em máquinas que usam internet sem fio - porque os dados ficam mais expostos. Se possível, cubra o código de segurança, que fica atrás do cartão, diz delegado de estelionato, Fernando Garbelini.
Há bancos que ofertam o envio de SMS para confirmar a autorização da compra. Em sites, é importante ficar atento ao “cadeado” na barra de endereço, que significa que há segurança ali. E nunca acreditar em ofertas mirabolantes.
No caso do Whatsapp são duas situações: clonagem de número ou a utilização da foto. Os criminosos, daí, passam a pedir dinheiro aos contatos amigos da vítima. Jamais deposite de primeira, alerta o delegado Garbelini. No Whatsapp, vale habilitar o aplicativo em dois passos.
Essas ocorrências podem ser enquadradas como estelionato - crime em que ocorre falsificação de informações ou indução ao erro para o benefício do criminoso. Um fator preocupante quanto a esse tipo de crime é que é difícil recuperar o dinheiro, mesmo que o responsável seja identificado.

CBN Maringá

Nenhum comentário: