PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Paraná amplia a transparência e alerta municípios sobre dados

Os prefeitos ganham mais um aliado para enfrentar a Covid-19, obedecendo toda a legislação específica sobre a pandemia, ao mesmo tempo em que o Paraná sobe posições no ranking da transparência sobre a doença. O Estado, avaliado anteriormente como médio, alcançou a classificação alta para a avaliação. A posição deve melhorar ainda mais a partir desta semana, quando os municípios serão orientados sobre exigências em compras e contratações emergenciais. Uma nota técnica, assinada pela Controladoria-Geral do Estado, CGE, e outros agentes de controle do Paraná e da União, que integram a Rede de Controle da Gestão Pública, solicita informações referentes a aquisições e contratos, feitos em função da Covid-19. É o que explica o secretário do Tribunal de Contas da União, no Paraná, Luiz Gustavo Andrioli, coordenador da Rede no Estado.  O controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, destaca que o objetivo da nota é alertar os gestores públicos e lembrar que a CGE à disposição para prestar o apoio necessário. A CGE é responsável pela Coordenadoria de Transparência e Controle Social e vem adquirindo conhecimento e prática na divulgação dos dados da Covid-19. Prova disso é o constante progresso no ranking da organização social Open Knowledge, que semanalmente divulga o índice de transparência de cada estado, de acordo com dados disponíveis sobre a evolução da doença. O Paraná saiu na décima sexta posição para disputar os primeiros lugares. Ele chegou à terceira posição, mas com conceito de transparência média, no final do mês passado. Já na avaliação mais recente, está em quarta posição, porém, com avaliação alta. Matheus Gruber, coordenador de Transparência e Controle Social, explica que o Paraná está realizando um trabalho conjunto para reunir e oferecer informações cada vez mais detalhadas. O trabalho envolve a E-Paraná Comunicação, Secretaria da Comunicação Social e Cultura e Secretaria da Saúde, além da CGE e outros órgãos.

Nenhum comentário: