PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

domingo, 3 de maio de 2020

“Estamos no fio da navalha”, alerta Beto Preto sobre a Covid -19

No Paraná, pico da doença será no final de maio e início de junho, com o aumento do frio e chuvas. Hoje foram confirmados 46 casos e uma morte pela Covid-19 de residentes no Estado. O Paraná tem ao todo 1.492 casos já confirmados, sendo que 90 morreram em decorrência do coronavírus. “Estamos no fio da navalha. Não temos remédio efetivo, farmacológico, não medicamentoso para combater a Covid-19. Portanto, só temos três saídas: o isolamento familiar, distanciamento social e a higiene. Estes são os melhores remédios, porém, com efeitos colaterais nocivos à economia do Estado e do país”.

Esta é a posição, hoje, do secretário da Saúde, Beto Preto, em relação à pandemia do coronavírus que vem dizimando grande número de pessoas no mundo, servindo, também, como um alerta sobre a necessidade de se investir em políticas públicas na área da saúde e saneamento básico.
Beto Preto não está confortável. Pelo contrário, muito preocupado, disse em entrevista ao Paraná Portal neste sábado (2) quando explicou o que quer dizer com “fio da navalha”. Segundo ele, ainda não “chegamos no pico da doença que deve acontecer no final de maio e início de junho, quando nós, aqui do Sul, teremos que conviver com o inverno, o que deverá aumentar o número de casos e, lamentavelmente, de óbitos”.

INVERNO PREOCUPA

Ao manifestar sua preocupação com a chegada do inverno que é mais rigoroso no Sul do país, o secretário chega a prever uma explosão de casos e insiste em reforçar o isolamento familiar e o distanciamento social, como formas de prevenir o pior.
“Estamos na curva ascendente e ainda não chegamos no pico, que terá seu patamar com o frio e chuva. Depois haverá estabilização. Não há zona de conforto em nenhum município, porque a maioria deles vem experimentando, também, doenças como a dengue que fragiliza as pessoas podendo, em muitos casos, levar à morte. Ninguém fica confortável até que se descarte o positivo para Covid-19”, observa Beto Preto.
O Paraná é o Estado que mais aplica testes para identificar a Covid-19, afirma Beto Preto que, ao lado de sua equipe, monitora casos e suspeitos todos os dias.



Paraná Portal

Nenhum comentário: