PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

segunda-feira, 2 de março de 2020

Desejo de grávida e boa ação viralizam marca antiga de salgadinhos no Paraná

A medicina comprova que grávidas têm sim desejos. O HCG (gonadotrofina coriônica humana) e o progesterona, hormônios que regulam as funções da gravidez, alteram o organismo – e o apetite – da mulher grávida. Para completar, a falta de alguns nutrientes também desperta vontades específicas. Foi o que aconteceu com Elza Vieira, 22 anos, moradora do bairro Vila Guaíra, grávida de Ayla. Há pouco mais de duas semanas começou a ficar com desejo de comer um salgadinho de pacote de milho, típico de Curitiba, o Miliopã, sabor queijo. O marido dela, Emerson Santos, 34 anos, no entanto, não estava encontrando o produto. Foram mais de duas semanas em busca do produto em supermercados, bares, bancas e mercearias da cidade e nada. "Como o desejo não passava, tive que me virar. Fui procurar na internet onde eu poderia encontrar. Achei a fábrica e telefonei. Contei da minha esposa grávida, eles disseram o preço e eu fui até lá, no Xaxim buscar", contou Santos à reportagem do Bem Paraná. 
Chegando à fábrica, Santos teve uma surpresa. O gerente não aceitou o pagamento e lhe deu dez pacotes do salgadinho para levar para a mulher grávida."Fiquei surpreso com a atitude e agradeci o dia foi incrível e é bom saber que existe pessoas de bom coração", contou Santos. A intenção de Santos ao divulgar a história, que já viralizou nas redes sociais, é mais que agradecer a atitude dos funcionários da fábrica, mas divulgar a Miliopã: "Meu desejo é retribuir e divulgar está pequena história e pedir que os mercados tenhamem suas gôndolas produtos que fazem parte da nossa vida da infância.. A fábrica é simples, não tem redes sociais, não tem ajuda para divulgação. Acho que é uma boa oportunidade para resgatarmos uma empresa que é nossa, da nossa infãncia e ajudarmos de alguma maneira", disse Santos. 

A fábrica da Miliopã fica na Rua  Carolina Derosso, 402 - Xaxim. O fone é  (41) 3275-3323.

Nenhum comentário: