PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

terça-feira, 24 de março de 2020

Coronavírus - Velórios em Maringá poderão ter apenas 10 visitantes por sala

Foto: Prefeitura de Maringá
Para conter as contaminações por coronavírus, os velórios em Maringá agora deverão seguir uma série de restrições. Em portaria publicada nesta segunda-feira, 23, o secretário de Saúde do município, Jair Biatto, elencou as determinações que já estão em vigor na cidade.
Entre as principais medidas adotadas está limitar o tempo de velório a seis horas. O tempo, conforme explica a portaria, deve ser contado retroativamente a partir do horário marcado para sepultamento. Após as seis horas, a urna vai diretamente para o sepultamento ou crematório.
Os velórios devem ocorrer entre às 8h e às 16h. Caso ou sepultamento ou cremação não seja realizado até às 16h30, definiu Biatto, o velório deve ser suspenso e reaberto somente no dia seguinte para sepultamento.

As salas de velório e os sepultamentos também deverão ter limite máximo de pessoas: 10 e 20, respectivamente. A recomendação é que fiquem apenas os familiares mais próximos. Fica proibido, ainda, qualquer tipo de aglomeração, em áreas internas ou externas. Os visitantes também devem seguir as determinações para evitar contato físico, manter distanciamento de dois metros e as medidas de higiene.
Fica restrita a presença de pessoas que integram o grupo de risco da Covid-19, bem como aquelas que, segundo o secretário, também se encaixam no grupo com maior vulnerabilidade. São elas crianças, grávidas e pessoas com imunossupressão ou doenças crônicas. Pessoas com sintomas de quadro gripal também não devem permanecer no ambiente do velório.
Em casos de morte por qualquer síndrome respiratória aguda grave, a determinação é que o velório seja suspenso e a urna levada lacrada diretamente ao cemitério. A medida deve ser adotada mesmo que não haja confirmação ou suspeita de coronavírus.

Ficam proibidos velórios em igrejas, templos, casas e quaisquer outros locais que não sejam as salas reservadas para tal.

Mesmo antes da portaria ser publicada, o presidente do Grupo Prever Sul, Reginaldo Czezack, explicou ao GMC Online que os familiares já eram orientados. “Estamos pedindo para os familiares diminuírem o tempo do velório, reduzir o maior número possível de pessoas no local, diminuir os abraços e não trazer pessoas com mais de 65 anos para esse local”, disse Czezack.
Os agentes funerários de Maringá estão passando por treinamentos para sepultamentos ou cremações em casos de morte por Covid-19. “Todos os agentes funerários estão passando por treinamento para que não espalhemos a Covid-19 a partir de um óbito”, acrescentou Czezack.

Fonte: CBN Maringá

Nenhum comentário: