PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Suásticas são desenhadas em carros no Paraná, mas polícia não investiga

Cerca de 10 carros que estavam estacionados no Clube Santa Mônica, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, foram vandalizados com suásticas, símbolo do nazismo na Alemanha. O episódio aconteceu no último sábado (8), mas a PCPR (Polícia Civil do Paraná) não investiga porque não foi acionada por nenhuma vítima até essa terça-feira (11). “É um crime de dano, então depende que a vítima registre um boletim de ocorrência”, explica polícia, por meio da assessoria.
Os veículos foram vandalizados com uma espécie de pedra, comum em diversos lugares do clube. Além das suásticas, outras ofensas também foram escritas nas portas dos veículos. O clube lamentou o ocorrido e diz que apura as informações com um processo administrativo, mas classifica a ação como um ‘ato de vandalismo’.
“Os esforços da diretoria estão concentrados na identificação do(s) autor(es) da ação de vandalismo para que seja(m) responsabilizado(s), além de envidar esforços para adoção de medidas para que tais atos não voltem a ocorrer”, diz trecho da nota emitida pela diretoria.
A reportagem escutou duas fontes da direção do Santa Mônica. Uma delas confirmou que o episódio aconteceu no estacionamento perto das quadras cobertas de tênis e que a área não é monitorada por câmeras de segurança. Além disso, ressaltou que os eventos promovidos pela Federação Paranaense de Tiro Prático, realizados no estande de tiros não têm relação com o caso apesar de ter aumentado a circulação de pessoas no Santa Mônica durante o sábado.
Já a segunda pessoa ouvida assegurou que os sócios que tiveram seus carros vandalizados com suástica terão os danos ressarcidos já que o clube conta com seguro para esse tipo de situação.

ÍNTEGRA DO POSICIONAMENTO DO SANTA MÔNICA
O Santa Mônica Clube de Campo lamenta pelo ocorrido no estacionamento. Para apurar as informações, identificar e responsabilizar o(s) autor(es) dos fatos foi aberta uma sindicância interna envolvendo o departamento administrativo e a empresa de segurança que atende ao Clube.

Até o momento, o Clube trata a questão como ato puramente de vandalismo, sem informações sobre os autores ou de qualquer vinculação a algum outro interesse, já que os riscos nos carros ocorreram de forma aleatória. Também, é importante esclarecer que o ato não está sendo atribuído a qualquer pessoa que estivesse participando dos eventos que se realizavam nas áreas próximas ao setor de tênis.

Os esforços da diretoria estão concentrados na identificação do(s) autor(es) da ação de vandalismo para que seja(m) responsabilizado(s), além de envidar esforços para adoção de medidas para que tais atos não voltem a ocorrer.

Fonte: Paraná Portal

Nenhum comentário: