PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

China constrói hospital em apenas dez dias para receber pacientes com coronavírus

RIC - Em apenas dez dias a China construiu o primeiro centro dedicado a receber as vítimas do coronavírus: o Hospital Huoshenshan. Localizado em Wuhan, epicentro do surto de coronavírus, a obra foi concluída neste domingo (2). Hospital para receber pacientes com coronavírus foi construído em apenas dez dias: veja quantas pessoas trabalharam na obra Após dias intensos de trabalho, o hospital recebeu os primeiros pacientes nesta segunda-feira (3). De acordo com informações do governo chinês, o hospital está localizado perto do Sanatório dos Trabalhadores de Wuhan, no distrito de Caidian, nos subúrbios ocidentais da cidade. Para receber as vítimas do surto, o hospital foi projetado com 1.000 leitos para tratamento isolado e eficiente dos pacientes. Ao todo, 100 tratores e 4 mil trabalhadores fizeram com que o projeto fosse concluído.

Construção começou em 24 de janeiro

A construção do Hospital Huoshenshan possui 25 mil metros quadrados, e teve início em 24 de janeiro. De acordo com a agência governamental de notícias Xinhua, um total de 1.400 equipes médicas das forças armadas estão encarregadas de tratar os pacientes.
Um segundo centro médico, o Leishenshan, está sendo construído e deve ter entregue nos próximos dias. Conforme o governo, este segundo hospital terá capacidade para 1.500 leitos, e está localizado há aproximadamente 40 quilômetros do primeiro.
Ambas construções seguiram o modelo do Hospital Xiaotangshan, em Pequim. No auge do surto epidêmico de SARS em 2003, este hospital foi construído em sete dias e admitiu um sétimo dos pacientes com SARS no país em dois meses, criando um milagre na história da medicina.
Acompanhe a construção em tempo real aqui.

Vítimas do coronavírus

O número de mortes em decorrência do coronavírus é de 361 indivíduos. Além disso, o governo informou que 17 mil pessoas já foram infectadas.
Conforme as autoridades de saúde da China, as mortes já ultrapassaram oficialmente o número de óbitos causados pela epidemia de Sars, que tomou conta do país em 2003.
Recentemente, a primeira morte em decorrência do surto fora da China foi registrada nas Filipinas.

Nenhum comentário: