PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

domingo, 24 de novembro de 2019

Rodonorte libera mais 14km de duplicação entre Ponta Grossa e Califórnia

A partir deste final de semana, o motorista que circular pela Rodovia do Café, entre Ponta Grossa e Apucarana, vai conferir mais uma novidade: a concessionária CCR RodoNorte concluiu e liberou ao tráfego mais um segmento da duplicação da BR 376, agora entre os municípios de Tibagi e Imbaú. Nesta etapa, 14 quilômetros foram liberados ao tráfego em duas frentes: entre os kms 402 e 411 (região do distrito de Porteira Grande), além de trechos entre os kms 387 e 394 (regiões de Soledade e Charqueada). Além das novas pistas, os trechos liberados também compreenderam a construção e duplicação de pontes sobre os rios Limeira (km 403) e Charqueada (km 391). “Os trechos liberados nesta semana representam um incremento importante para os usuários, aumentando ainda mais a segurança e fluidez desta importante ligação entre as regiões Norte e Sul do Paraná”, ressalta Mauro Bertelli, coordenador de atendimento da CCR RodoNorte.

Com a liberação de mais este segmento na Rodovia do Café, o trecho entre Ponta Grossa e Apucarana da BR 376 passa a ter quase 100 quilômetros duplicados recentemente pela CCR RodoNorte, com trechos concluídos e liberados ao tráfego nas cidades de Ponta Grossa, Tibagi, Imbaú, Ortigueira, Califórnia e Apucarana, além do trecho da Serra do Cadedado, em Mauá da Serra, duplicado no início dos anos 2000.
A duplicação
Além da conclusão de trechos da duplicação ao longo da BR 376, as obras da CCR RodoNorte na Rodovia do Café continuam em diversas frentes. A duplicação da BR 376 possui trabalhos em andamento nas regiões de Imbaú, Ortigueira, Mauá da Serra, Marilândia do Sul, Califórnia, e também no Contorno Sul de Apucarana. “Pelo grande volume de obras na rodovia, é importante que o motorista redobre a atenção nestes segmentos e, ao primeiro sinal do bandeirinha, reduza a velocidade”, reforça Bertelli.
(Com Informações assessoria de imprensa da CCR/Rodonorte – A Rede).

Nenhum comentário: