PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

sábado, 23 de novembro de 2019

Região: Morte de advogado pode estar relacionada a vingança por sua atuação profissional

O presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, e o diretor de prerrogativas da seccional, Alexandre Salomão, estiveram nas primeiras horas deste sábado (23/11) em São João do Ivaí, onde transcorreu o velório do advogado Luiz Florido Alcântara, brutalmente assassinado com seis tiros, na sexta-feira (22/11), enquanto trabalhava em seu escritório. Telles e Salomão foram prestar solidariedade à família de Alcântara. Na sexta-feira, os diretores da OAB Paraná pediram ao secretário de segurança pública do Paraná, coronel Rômulo Marinho Soares, que envidasse todos os esforços para esclarecer todas as circunstâncias do crime. Junto com o presidente da subseção de Ivaiporã, Luiz Henrique Branco, o apelo pelo apuro nas investigações foi dirigido também ao delegado local. Há indícios de crime relacionado com a profissão. Alcântara tinha 76 anos. Formou-se pela Faculdade de Direito de Londrina e exercia a advocacia no Paraná, sob a inscrição nº 8.020. A diretora do Fórum de São João do Ivaí, juíza Andréa de Oliveira Lima Zimath, publicou portaria decretando luto oficial de três dias nas repartições judiciárias da comarca. A diretora do Fórum de São João do Ivaí, juíza Andréa de Oliveira Lima Zimath, publicou portaria decretando luto oficial de três dias nas repartições judiciárias da comarca. Informações do Canal HP.

Nenhum comentário: