PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

VOCÊ SABIA? WhatsApp da Saúde já atende todos os assuntos em todo o Paraná

O uso de aplicativo esteve em teste desde abril. Agora está disponível para todas as demandas e em todo o Paraná. O número (41) 3330-4414
Os paranaenses têm mais um canal para acessar a ouvidora geral da saúde do estado, a partir desta semana: o WhatsApp. O uso de aplicativo esteve em teste desde abril, em Curitiba, só para a área de medicamentos. Agora está disponível para todas as demandas, qualquer assunto, e em todo o Paraná. O número é (41) 3330-4414. Além do aplicativo, os registros podem ser realizados pessoalmente na Secretaria de Estado da Saúde, via carta, telefone ou, ainda, por meio do formulário disponível no site da secretaria. Independente do canal de registro, todos os atendimentos da ouvidoria passam pelo mesmo fluxo, o tratamento da informação é a mesma. A equipe da ouvidoria registra a manifestação, categoriza, faz a triagem do assunto e, quando necessário, encaminha para a área específica. 
Manifestações As manifestações podem ser de elogio, sugestão, solicitação, reclamação e denúncia. Cada um dos tipos de manifestações tem um fluxo e prazo de retorno ao cidadão. O retorno será realizado em até 30 dias, porque em algumas situações as demandas são encaminhadas às áreas específicas citadas na manifestação. A notificação pode ser anônima, sem identificação alguma. Mas somente será aceita caso esteja escrita de forma bastante clara, explicando o fato, com endereço, nomes dos envolvidos e, de preferência, com envio de documentos comprobatórios. Caso contrário a manifestação será arquivada. Aproximar O ouvidor geral da saúde no Paraná, Yohhan Garcia de Souza, acredita que o setor é uma possibilidade de aproximar o cidadão da gestão da saúde. “Nós entendemos a ouvidoria como uma ponte que liga o cidadão à gestão. Ou seja, o objetivo maior da ouvidoria é a participação do cidadão na gerência dos serviços do SUS no estado”, diz ele. Balanço Em 2018 o total de manifestações ultrapassou 30 mil. Neste ano, até o mês de agosto, a ouvidoria já tinha 25 mil registros. “Prevemos que em 2019 vamos aumentar em 20% o número de manifestações. E isso demonstra que as pessoas estão conhecendo o serviço da nossa área e buscando mais informações”, comenta Souza. A maioria das manifestações da ouvidoria se refere a informações sobre medicamentos que estão fora da lista que o estado disponibiliza, são os chamados medicamentos não padronizados. Em segundo lugar estão as reclamações, depois denúncias, elogios e sugestões. Fonte: AEN

Nenhum comentário: