PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Homem se passa por agente da PRF, aplica golpe em Apucarana e acaba preso

Um homem de 41 anos, morador de Curitiba, foi preso na noite desta sexta-feira (7), em Garuva, município que fica entre as divisas dos estados de Santa Catarina e Paraná. O que chama atenção, é que o suspeito, foi até uma concessionária em Apucarana, se passou por um agente da PRF, aplicou um golpe e estava fugindo com um veículo. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem já é suspeito de aplicar outros golpes no Estado. "A PRF já estava monitorando algumas ações dentro do Estado, de um homem que se apresentava como PRF, e entrava nas lojas de carros, conversava, falava que era agente, mostrava fotos, e tentava comprar, financiar carros. Em agosto, possivelmente ele agiu em Cascavel. Nosso efetivo já estava atento", detalha Marcos Vinicius da Silva, chefe do núcleo de policiamento e fiscalização da PRF.O golpe.Um casal foi até uma concessionária localizada na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, em Apucarana, no dia 1°, na terça-feira,e comprou um carro financiado no nome da mulher. Na tarde de hoje (7), a dupla voltou na revendedora, o homem disse que gostaria de fazer um test drive em uma S10 e levar em um amigo mecânico. Como já era 'conhecido' na loja, foi autorizado sair com o veículo. Porém, foi passando o tempo, e o homem não voltava com a caminhonete. A Polícia Militar (PM) foi chamada, registrou a ocorrência e repassou para a PRF.
A mulher, que mora em Apucarana, contou para a PM, que no dia 28 de setembro, conheceu o suspeito em Joinville, Santa Catarina, e começou um relacionamento amoroso. Ela teria comprado uma passagem para o homem, e no dia 1°, ele chegou em Apucarana. A mulher ainda disse, que ele estava morando na casa dela. Hoje, ao pegar a caminhonete, ele abasteceu R$180 e combinou de encontrar ela e a filha dela, na casa deles. O homem foi até a residência e carregou a caminhonete com malas, pois todos fariam uma viagem.Ainda segundo a mulher, o suspeito pediu para ela ir até o banco e sacar o dinheiro, que ganharia por causa da compra do primeiro carro em seu nome. Mas, chegando na agência, ela percebeu que não tinha nenhum valor na conta. A mulher voltou até a concessionária e perguntou pelo suspeito, se ele já tinha ido efetivar a compra da caminhonete. Foi então que todos perceberam que era um golpe. "Recebemos o boletim da PM, e já repassamos para as equipes, e ele foi preso. Graças a ação rápida das duas forças de segurança. Sendo um estelionatário ele possivelmente iria vender o veículo abaixo do preço", finaliza o PRF. Fonte: TNOline.

Nenhum comentário: