PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Após grave acidente, ex-paciente visita equipe e surpreende com a sua recuperação em Apucarana

A paciente Susana de Andrade sofreu um grave acidente de motocicleta com a sua filha no início de junho deste ano, que ocasionou um politraumatismo. Foram várias lesões, principalmente na região da cabeça. Susana ficou internada por 11 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sob os cuidados da equipe. De acordo com a médica intensivista da UTI do Hospital da Providência, Dra. Camila Fernando Carvalho Bizarra, o risco de Susana ir a óbito era alto, calculado em 73,28%. “Este índice, chamado de apache, é baseado em alguns dados do internamento do paciente, é um índice internacional, utilizado em vários hospitais do mundo e a partir de dados como a pressão arterial das primeiras 24 horas de internamento de UTI, temperatura, exames laboratoriais e nível de consciência é calculado o risco do paciente falecer, quanto mais grave ele entrar, mais pontos ele terá no apache. Susana teve um traumatismo craniano grave e estava com o nível de consciência muito ruim e muitas alterações laboratoriais”, explica.Dr. Gustavo Osugue, neurocirurgião do Hospital da Providência, foi um dos médicos que atenderam a paciente. “De forma surpreendente ela ficou sem sequelas, teve uma melhora bem importante e recuperou bem rápido, é raro um caso como o dela”, explica Dr. Gustavo. Ana Elisa de Andrade, filha da Susana, estava com ela na garupa da motocicleta e permaneceu internada no hospital por oito dias, porém nada de grave sofreu. “É um milagre, só temos que agradecer a Deus por tudo que passamos”, relata Ana Elisa. “Depois que saí do Hospital fiquei sabendo de toda gravidade do acidente, mas no momento da batida, a primeira coisa que eu pensei foi ‘Deus esta cuidando’”, comenta Susana.Após alta médica, mãe e filha retornaram para visitar a equipe do Pronto Atendimento que prestou os primeiros atendimentos. “A recuperação foi muito rápida e ela está andando. Ficamos felizes em ela ter vindo aqui, foi um milagre”, afirma Fernanda Maffei, enfermeira coordenadora do Pronto Atendimento. “A equipe do Hospital me deu muita atenção, conheci a Fernanda e falei pra ela, que Deus continue te usando como anjo, pois todos foram anjos que o Senhor colocou aqui dentro para ajudar a gente. Eu agradeço a Deus todos os dias, porque tive mais uma chance de vida”, finaliza Susana.



Nenhum comentário: