PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Polícia Civil realiza operação contra crime organizado cumpre mais de cem mandados judiciais na região

Polícia Civil
A 22ª Delegacia Regional de Alto Paraná deflagrou, no início da manhã desta quarta-feira (25) a Operação “Tríbus”. A ação tem o objetivo de desmantelar o crime organizado, que agia por meio de três células criminosas na cidade de Alto Paraná, e se estendia pelos municípios de São João do Caiuá, Paranavaí, Nova Esperança, Paranacity, inajá, Marilena, Cruzeiro do Oeste, Guaíra, Dois Vizinhos e Pedreiras/SP. Segundo a Polícia Civil, as investigações revelaram que o grupo criminoso vinha agindo na região em crimes como tráfico de drogas, homicídios e roubos. A operação contou com a participação de 120 policiais, que cumpriram mais de 100 cem mandados judiciais, sendo 61 de prisão e ou apreensão de adolescentes e 51 de busca domiciliar. Ainda conforme a Polícia, durante as investigações, que duraram cerca de 10 meses, foram ouvidas pessoas, realizadas diligências de campo, análises periciais e outras medidas de inteligência, que levaram a provas e indícios suficientes para demonstrar a autoria e materialidade dos crimes investigados em várias comarcas.
A investigação apurou que os líderes dos grupos criminosos, agiam de dentro da cadeia e aliciavam pessoas, principalmente adolescentes, para comercializarem drogas e realizarem furtos e roubos de motocicletas e carros na região. Os veículos eram trocados por entorpecentes em cidades próximas à fronteira e em cidades paraguaias. No decorrer do Inquérito Policial, ainda foram identificados os crimes de porte de arma de fogo, receptação e homicídios qualificados.
Até o início da manhã desta terça-feira 11 pessoa foram presas. Também foi apreendido um veículo e dezenas de celulares. Os aparelhos devem ser periciados pela Polícia Civil de Alto Paraná. Participaram da operação policiais civis das Subdivisões de Paranavaí, Maringá, Londrina, Apucarana, Campo Mourão, Cianorte, Arapongas e Umuarama. A operação também contou com o helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil (GOA) , Policiais do Departamento de Narcóticos (DENARC) e Canil da Polícia Civil, bem como agentes da Divisão de Combate ao Crime Organizado (DCCO). A ação policial contou ainda com a colaboração da Polícia Militar com atuação nas comarcas de Alto Paraná e Nova Londrina. Desmembramentos iniciais da investigação já tiveram prisões e apreensão de grande quantidade de droga. No mês de março deste ano, as polícias militar e civil prenderam duas pessoas e apreenderam um adolescente em Alto Paraná, que transportavam, em um veículo, quase onze quilos de maconha adquiridos na cidade de Marilena, os quais seriam distribuídos em Alto Paraná e região. O carro apreendido, após autorização do Poder Judiciário, está sendo utilizado pela Polícia civil em trabalhos investigativos. Os presos vão responder pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas, furto qualificado, roubo majorado e homicídio. Todos foram encaminhados e apresentados na Delegacia de Alto Paraná. O nome da operação “Tríbus” (em Latim, conjunto de três elementos) é uma referência às três entidades criminosas que foram descobertas durante as investigações da Polícia Civil. Fonte: PortaldaCidade

Nenhum comentário: