PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

domingo, 15 de setembro de 2019

KALORÉ: Naipe Feminino ganha cada vez mais espaço no JEPS-Bom de Bola no Núcleo Regional de Educação de Apucarana

As meninas estão cada vez mais interessadas em futebol, pelo menos na região norte do Paraná que abrange o Núcleo Regional de Educação de Apucarana. Um exemplo do crescimento da procura pelo esporte é o aumento no número de inscritas no JEPS-Bom de Bola deste ano. Em 2018 cerca de 126 meninas participaram do campeonato, já este ano o número saltou para 162, apresentando assim um crescimento de aproximadamente 36%. A aluna/atleta Ana Lígia Vieira, 16 anos, atacante da equipe Escola Estadual José de Anchieta, Borrazópolis, é uma das entusiasta do futebol. A menina que joga desde os cinco anos recebe apoio da família para praticar o esporte e diz que a modalidade virou sua razão de viver. “O futebol é minha vida. O amor que sinto por esse esporte não tem explicação”, declara a atleta toda sorridente. Mas o semblante da Ana Ligia muda quando o assunto é o preconceito. A menina conta que já cansou de ouvir que futebol não é para o sexo feminino, que meninas não entendem da modalidade, e ainda que elas não tem força suficiente para praticar o esporte. “O preconceito precisa acabar porque tudo que um menino faz dentro de campo uma menina também pode fazer e até melhor”, destaca Ana Lígia que ainda ressalta confiante “Futebol também é coisa para meninas”.
Vaidade em campo - Bola, maquiagem, faixa de cabelo, esmalte e uniforme rosa – é assim que as atletas do Colégio São José da cidade de Apucarana, se apresentam em campo. As meninas fazem questão de mostrar vaidade e talento na hora do jogo. Toda essa preocupação com a aparência é influenciada pela treinadora Katia Martins. “Eu incentivo que elas venham para o jogo maquiadas e com o cabelo bem arrumado porque a gente tem que mostrar que dá para jogar futebol e ser vaidosa. Só assim vamos derrubando o preconceito”, explica a técnica. E uma aluna/atleta que sabe bem mesclar vaidade com bola no pé é a volante do Colégio São José, Aline Felite, 16 anos. A menina além de se dedicar ao futebol também é miss na instituição que estuda. “Para mim é normal conciliar as duas coisas. Na verdade não interfere em nada jogar futebol e ser modelo. Acho que as meninas podem sim praticar o esporte e mostrar vaidade, tanto que estamos aqui hoje”, ressalta a aluna/atleta. O Bom de Bola é organizado pelo Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Educação e do Esporte, Núcleos Regionais de Educação (NREs) e Polos Regionais do Esporte, com apoio das Prefeituras Municipais e do Instituto Bom de Bola. Acompanhe a fanpage dos JEPS: www.facebook.com\jogosescolaresdoparana COM\JEPS Carol Flores.

Nenhum comentário: