href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Programa é aprovado por 93,4% dos beneficiados

O Programa Leite das Crianças, oferecido pelo Governo do Estado, completa 16 anos de existência e tem a eficiência comprovada pela quase totalidade dos beneficiados. Pesquisa feita recentemente por técnicos dos Núcleos Regionais da Secretaria de Estado da Agricultura com mil e 351 mães mostrou que 93,4% consideram o leite oferecido pelo Estado indispensável na alimentação dos filhos. Com atendimento diário a aproximadamente 120 mil crianças, o programa contribui para a prevenção da desnutrição infantil, fomento da bacia leiteira, promoção do desenvolvimento local e para a geração de renda aos agricultores familiares. Relatórios divulgados em dezembro do ano passado pela Secretaria de Estado da Saúde comprovam que 90,6% das crianças beneficiárias estão com peso adequado para a idade. O grande diferencial do programa é a adição do complexo vitamínico e de minerais ao leite, um reforço para o desenvolvimento e a imunidade das crianças. Segundo a nutricionista e diretora do Departamento de Segurança Alimentar, da Secretaria da Agricultura, Márcia Stolarski, a oferta regular do leite pasteurizado garante o aporte de nutrientes essenciais ao desenvolvimento e crescimento das crianças. O coordenador do programa, Masaru Sugai, disse que a suplementação é uma política preventiva muito mais econômica do que realizar o tratamento curativo, que, muitas vezes, não recupera o potencial de desenvolvimento das crianças afetadas. Além das crianças atendidas, o Leite das Crianças beneficia 5 mil e 151 produtores de leite, por meio da participação de 40 usinas. Recentemente, houve a assinatura de aditivos de prazo com os fornecedores, que garantem o atendimento até março de 2020. Ainda este ano, deve ser aberto novo credenciamento para as usinas interessadas no fornecimento ao Programa Leite das Crianças. Masaru Sugai explica que este cenário contribui para o desenvolvimento da cadeia do leite no Paraná, agregando valor e renda à produção. O Programa Leite das Crianças foi instituído em maio de 2003 para criar uma rede de proteção alimentar destinada a crianças de seis a 36 meses. O preço médio do litro de leite em 2018 foi de 2 reais e 34 centavos. Dados do Ministério da Saúde mostram que o custo médio para recuperação infantil é de mil e 477 reais por dia com internamento médio de 6 dias. Isso significa que o custo de recuperação de uma criança desnutrida é 11 vezes superior ao custo do programa. Para ser beneficiário do programa o interessado deve procurar o órgão de Assistência Social do município mais próximo para ser inserido no Cadúnico, comprovar a renda máxima de meio salário mínimo regional/per capita e apresentar a documentação pessoal e a certidão de nascimento da criança entre 6 a 36 meses.

Nenhum comentário: