PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

PRE do Porto Ubá intensifica fiscalizações com o teste do bafômetro

Em entrevista ao vivo ao repórter Wellyngton Jhonis o soldado Ottoboni e Soldado Hermes, ressaltaram a importância destas ações.
A Polícia Rodoviária do Porto Ubá, comandada pelo sargento Belonci, intensificou no final de semana as ações de fiscalização com o teste do Bafômetro. Em entrevista ao vivo ao repórter Wellyngton Jhonis o soldado Ottoboni e Soldado Hermes, ressaltaram a importância destas ações. Vale ressaltar que o valor de multa por dirigir embriagado é de R$2.934,70, relativo ao valor de uma multa gravíssima multiplicado por 10. Além da multa, o condutor ainda tem sua CNH suspensa, podendo car sem dirigir por um tempo pré-determinado e tem 7 pontos adicionados a sua habilitação, aplicados para todas infrações de classificação gravíssima previstas pelo CTB. A multa para recusa ao exame de medição dos níveis de alcoolemia também é gravíssima com valor multiplicado por 10, acompanhada de 7 pontos adicionados à CNH e suspensão da carteira de habilitação. O condutor, ao ser agrado dirigindo embriagado ou ao recusar-se a realizar os exames de medição do nível de alcoolemia no sangue pode, também, ter o seu veículo retido caso não haja outro condutor habilitado e em condições de conduzi-lo. A suspensão da CNH, tanto para embriaguez quanto para recusa da realização do teste, é de 12 meses. Após o cumprimento do tempo de suspensão, o condutor pode realizar o curso de reciclagem de CNH e voltar a conduzir veículo normalmente. Contudo, se o condutor for agrado dirigindo durante o período de suspensão, o tempo de penalidade dobra e ele pode car até 2 anos sem poder conduzir veículo. De acordo com o nível alcóolico apresentado no organismo, o condutor pode acabar sendo penalizado não apenas em âmbito administrativo, com multa e suspensão de CNH. Em caso de detecção, na realização do teste do bafômetro, de uma quantidade igual ou superior a 0,3 miligramas de álcool por litro de ar alveolar, vê-se uma situação de crime de trânsito, especificada pelo CTB. Nos casos em que há crime de trânsito, a penalidade inclui, além de multa e retirada do direito de dirigir do condutor, com pena de detenção que pode ir de seis meses até três anos. A punição, nessa circunstância, ocorre em esfera penal e, por isso, o recurso administrativo de trânsito não é uma possibilidade para o condutor, ele deverá responder judicialmente pelos danos causados.

Nenhum comentário: