href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sábado, 10 de agosto de 2019

Menina de 6 anos é morta por mãe de amiga de escola

A família de uma menina de 6 anos, que foi encontrada morta com sinais de estrangulamento, no início da madrugada desta sexta-feira, ficou chocada ao descobrir que uma pessoa de confiança que mora perto havia confessado o crime à polícia. Segundo uma parente da vítima, a autora tem uma filha de 5 anos e as duas meninas costumavam brincar juntas. O caso ocorreu em Divinópolis (MG). — Ela tinha carinho pela Amanda, que brincava com a filha dela. Nunca pensamos que isso pudesse acontecer — disse ela ao EXTRA. A vítima, identificada como Amanda Filgueiras, de 6 anos, havia sido dada como desaparecida por volta das 17h20 desta quinta-feira. Amigos da família se uniram a parentes na divulgação de posts nas redes sociais com fotos e informações sobre ela. As buscas continuaram até que, por volta da meia noite, moradores ouviram um barulho e encontraram a menina em frente à casa de Sarah Maria de Araújo, de 38 anos. Ao ser questionada por policiais, Sarah confessou a autoria do crime. Não foi ainda esclarecida, contudo, a motivação para tal. A investigação da Polícia Civil de Minas Gerais apontou que Amanda apresentava sinais de asfixia por esganadura e machucados em várias partes do corpo. Foi constatado ainda que a menina foi jogada, já sem sinais vitais, do segundo andar da residência de Sarah. Dessa forma, a versão inicialmente apresentada pela suspeita, de que a criança havia caído da janela num acidente, não corresponde aos resultados da perícia. (Informações EXTRA) LEIA MAIS.

Nenhum comentário: