PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Menina de 11 anos escreve carta para denunciar abuso e entrega para professora em Apucarana

Uma criança de 11 anos escreveu uma carta e entregou para a professora do Proerd, Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, denunciando que o namorado da prima tentou abusar sexualmente dela. O Conselho Tutelar acompanha o caso, que aconteceu em Apucarana (PR).Segundo a conselheira Amanda Ferreira Ruthes, a garota criou coragem para denunciar após uma palestra do Proerd. Na carta ela relatou que o suspeito de 27 anos, tocou em suas partes íntimas e tentou abaixar a calça dela. "A palestra do Proerd incentivou a criança, ela entregou a carta para professora, que imediatamente chamou o Conselho. Nós chamamos a Polícia Militar (PM), e já aplicamos todas as medidas necessárias. O caso foi denunciado na terça (27). Na quarta (28) participamos das oitivas na delegacia, e todo o caso já foi para o Ministério Público", detalha Amanda.Ainda de acordo com a conselheira, a garota agora receberá acompanhamento psicológico para tentar superar o que aconteceu. "Ela será acompanhada, para que consiga superar e de certa forma, ter uma vida normal. A mãe dela faz um tempo, sofreu um AVC, está acamada, é uma situação difícil, mas que está recebendo toda atenção", finalizada Amanda. A vítima ainda contou que o suspeito após voltar de uma viagem, ficou novamente sozinha com ela, e tocou mais uma vez em suas partes íntimas, A garota relatou, que teve que pegar no órgão genital do suspeito, que disse que se fizesse sexo com ela, daria um celular para a menina de presente. Na ocasião, o pai da garota de 41 anos também foi levado para a delegacia suspeito de desobediência, ele teria se alterado, desrespeitando os policias que acompanhavam os conselheiros. Segundo a garota, o pai sabia do caso, porém não teria acreditado nela. O suspeito de praticar o abuso está preso. O caso segue sendo investigado. Fonte: TNOline.

Nenhum comentário: