PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Homem é preso suspeito de aliciar menina de 8 anos, em Apucarana


Um homem de 42 anos foi preso por aliciamento de menor, na tarde desta segunda-feira (12), em Apucarana. O detido estava mantendo conversas de cunho sexual com uma menina de oito anos, por meio de aplicativos de mensagens e, segundo a Polícia Civil, planejava se encontrar ela. De acordo com o delegado adjunto da 17ª Subdivisão Policial (SDP), Marcos Felipe da Rocha Rodrigues, a mãe da vítima levou o caso até à Delegacia da Mulher após ler as conversas que a filha havia trocado com o suspeito, que não tem nenhum vínculo familiar com a menina. Ele fingia ter 20 anos e ser pai de uma colega de escola dela. “Após análise no telefone da vítima foi possível constatar que o indivíduo vinha aliciando a criança há duas ou três semanas. Graças a Deus a mãe percebeu a situação, pois já estava em uma fase de marcar encontro. Tinham conversas em aplicativos whatsapp e messenger do Facebook. O que se percebe é uma conversa muito pesada”, disse o delegado em coletiva de imprensa. Segundo o Rocha, além das mensagens também houve troca de fotos. A criança foi ouvida e afirmou não ter se encontrado com o suspeito, contudo ela foi encaminhada a exame no Instituto Médico Legal (IML) para confirmar se houve ou não conjunção carnal. “O laudo pericial não comprovou e a própria declaração da vítima não consta ocorrência do ato sexual”, afirma o delegado. Diante dos fatos, a titular da Delegacia da Mulher, delegada Sandra Nepomuceno, que está de férias, representou pela prisão preventiva do suspeito. Na casa do investigado foram apreendidos celular e computador que serão periciados pela polícia. O delegado alerta que as redes sociais tornaram-se uma ferramenta muito utilizada pelos pedófilos e pede que os pais monitorem seus filhos. “Fica o alerta aos pais para que fiscalizem o conteúdo das conversas de seus filhos para evitar um mal maior. O pedófilo se vale do Facebook e aplicativos como o whatsapp para iniciar o aliciamento. Se não tiver esse cuidado a gente não consegue evitar”, orienta o delegado. Fonte: TNOline.

Nenhum comentário: