PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Apucarana é incluída no programa 'Voe Paraná'

O município de Apucarana foi incluído no programa 'Voe Paraná', do Governo Estadual, e passará a contar com voos comerciais regulares para Curitiba. A notícia foi confirmada na tarde desta quarta-feira (7), pelo deputado estadual Tiago Amaral (PSB). "Apucarana acaba de ser contemplada pelo programa do Governo do Estado, o Voe Paraná. Portanto, a partir de agora, Apucarana também passará a receber voos desse projeto, com pequenas aeronaves fazendo cidades polos do nosso Estado. Essa foi uma conquista que aconteceu agora às 15 horas e eu repasso a vocês em primeira mão. Parabéns ao prefeito, Junior da Femac, pelo seu esforço", disse o deputado em vídeo divulgado nas redes sociais. Arapongas também está entre os 11 municípios incluídos na rota do programa "Voe Paraná", nesta primeira fase.Serão ofertados voos partindo e chegando das cidades, entre 32 mil e 155 mil habitantes. Além de Apucarana e Arapongas, os municípios de Paranaguá, Campo Mourão, Francisco Beltrão, Paranavaí, Cianorte, Telêmaco Borba, Cornélio Procópio, União da Vitória e Guaíra também ganharão voos regulares. Os municípios citados se juntam aos outros dez que já tinham oferta de voos comerciais e futuramente, Guarapuava pode entrar na lista.Além da Azul, que já opera voos regionais em outras oito cidades, o Programa Voe Paraná receberá a adesão da companhia Gol Linhas Aéreas com a empresa de táxi aéreo Two Flex. As viagens serão feitas em aeronaves Cessna Grand Caravan de até 9 lugares, com média de três a quatro voos semanais. Curitiba será o principal destino, mas há também rotas interligando cidades do Interior.Os deslocamentos em parceria com a Gol serão feitos por aeronaves Cessna Grand Caravan de até 9 lugares, com média de três a quatro voos semanais. Curitiba será o principal destino, mas há também rotas interligando cidades do Interior.A ideia do Governo do Estado é que os voos custem em torno de R$ 350. Em 20 dias, as primeiras linhas já deverão estar em operação e a expectativa é que todas as novas rotas sejam colocadas em funcionamento dentro de dois meses.Foto/Fonte: TNOline.

Nenhum comentário: