href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

terça-feira, 2 de julho de 2019

Treminhão da Cooperval é atingido por trem em Jandaia do Sul

VÍDEO DO MOMENTO DA COLISÃO
A passagem de linha férrea no final da AV. Tancredo Neves, mais precisamente na Saída pra Mandaguari foi palco de mais um acidente; Vejam no link o vídeo do exato momento da colisão
A passagem de linha férrea no final da AV. Tancredo Neves, mais precisamente na Saída pra Mandaguari foi palco de mais um acidente. O local conhecido como Panela de Pedra, por ser ao lado do restaurante Panela de Pedra já vem sendo noticiado em todos os meios de comunicação da região, e na noite desta segunda-feira (01) por volta de 22:05h, mais uma colisão acabou chamando a atenção para este local. Desta vez a colisão foi entre o Trem e um caminhão Volvo/FM 440 6x4R com placas APC-0491, pertencente a usina Cooperval de Jandaia do Sul, o caminhão que puxava mais 2 carretas carregadas de cana foi atingida em cheio pela locomotiva. O impacto da colisão foi tão violento que quase descarrila a locomotiva, 2 rodas chegaram a sair dos trilhos, em determinado ponto o trilho chegou a quebrar, a locomotiva também ficou com frente muito danificada. A carreta atingida pela locomotiva ficou totalmente destruída, a carga de cana se espalhou por todo local. Apesar da gravidade nenhum dos condutores se feriram, senhor João de 69 anos condutor do treminhão disse que não viu a locomotiva. Os ADCs Marcelo Alves e Valdir Padilha foram ao local, a Polícia Militar também esteve no local dando apoio. A policia Rodoviária Federal (PRF) também foi ao local para garantir a segurança. Técnicos trabalharam na remoção da carreta que ficou enganchada em vagões e também no carrilamento do trem para liberar via, que só foi liberada 3 horas depois do acidente. Segundo informações do ex vereador e funcionário da cooperval Wesley, este local é o ponto mais crítico em todo o estado do Paraná, onde mais acontece acidentes com trem. Informações de um estudo feito quando ainda era vereador. Informações e foto do portal do Tossinha.

Nenhum comentário: