PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Temperatura deve chegar a 0º C nesta semana na região

A partir desta segunda-feira (1º) o tempo começa a mudar em alguns setores do Paraná. Ao longo do dia ainda teremos predomínio de sol na maioria das regiões do Estado. Já mais para o fim do dia, uma frente fria, que avança pela Região Sul, se aproxima do oeste e sudoeste paranaense aumentando as chances de chuva. Em Arapongas e região, a temperatura deve cair bastante e os termômetros devem chegar aos 0º C no decorrer da semana. As informações são do Sistema Meteorológico do Paraná (SIMEPAR). Ainda segundo as previsões do órgão, a temperatura mínima na Cidade dos Pássaros será de 6º C na sexta-feira (05) e de 0º C no sábado (7), enquanto a máxima registrada nesses dois dias será de apenas 18 C. A nota do Simepar alerta que é importante estar preparado pois a primeira onda de frio rigorosa deste inverno está a caminho. Confira a nota: Sobre o frio… A primeira semana do mês de julho será marcada por variações bruscas de temperatura no Paraná. Entre segunda (01) e quarta-feira (03) ainda teremos valores mais elevados de temperatura, principalmente nas áreas mais ao norte do Estado; e neste período uma frente fria provoca chuvas em alguns setores. No entanto, o destaque mesmo é a projeção de um intenso resfriamento em toda a Região Sul a partir de quinta-feira (04). Uma forte massa de ar polar tende a deixar as temperaturas bastante baixas nos três estados. Todavia, é importante acompanhar as atualizações dos prognósticos e verificar sempre a fonte de “notícias” relacionadas à este episódio de frio, pois já estão surgindo textos ‘fakes’ em aplicativos de mensagens. O certo, até agora, é que teremos dias bem gelados e as simulações mais atuais indicam que o frio será mais rigoroso entre sexta (05), sábado (06) e domingo (07). Até lá, certamente, teremos vários “ajustes” nos valores previstos de temperatura e também nas condições propícias (ou não) para precipitações invernais.

Nenhum comentário: