href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Sogros são presos suspeitos de matar nora em MT

Sogro e sogra suspeitos de cometerem o crime (G1)
Um casal foi preso nesta quinta-feira (4) suspeito de ter matado uma jovem, de 23 anos, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. Thais Mara dos Santos Gomes, de 23 anos, foi encontrada sem vida com uma faca cravada no braço. A filha dela, de 4 meses, estava viva ao lado do corpo da mãe. Os suspeitos são a sogra da vítima, Marta Moraes Alves, de 50 anos, e o marido, Daniel Cirilo, sogro de Thais. Eles foram autuados por homicídio qualificado, interrogados e negaram o crime. A Polícia Civil apontou o casal como principal suspeito do assassinato, mas não divulgou o motivo do crime. A jovem estava deitada em um colchão e com uma faca cravada em seu braço. Ao lado do corpo de Thais estava a bebê, filha da vítima, sem ferimentos e com vida. Os policiais civis conseguiram imagens de uma câmera instalada nas proximidades da residência da vítima, em que Cirilo – que aparentemente possui transtorno metal, foi visto saindo da casa de Thais. A cena ocorreu por volta das 4h. Ele sai da residência, indo embora a pé em direção a casa onde mora com Marta, que fica próxima a casa da nora. O casal foi localizado e conduzido à Delegacia de Primavera do Leste para esclarecimentos. Mesmo negando as acusações, diante dos indicativos de autoria, ambos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado. Conforme o delegado Pablo Borges Rigo, no mês de maio deste ano, Thais registrou um boletim de ocorrência de injúria em desfavor de Marta Moraes. Na ocasião Thais não quis representar preventivamente contra a sogra. Na segunda-feira (1º) Marta e o marido registraram um boletim de ocorrência contra Thais, pelo crime de danos materiais, em razão da nora ter ido até a casa do casal e quebrar vários objetos do local. Ameaças - O corpo da vítima foi encontrado pelo vizinho da vítima, a pedido do marido da vítima, que chamou a polícia. O marido de Thais é caminhoneiro e estava fora da cidade. Sem conseguir falar com a mulher, o marido pediu que o vizinho fosse até a casa procurá-la. O vizinho relatou à polícia que conversou com a vítima na noite anterior, na frente da casa dela. Thais teria comentado com o vizinho que estava com medo da sogra dela. A sogra teria feito ameaças de morte à Thais e acusado a jovem de que a criança não era filha biológica do filho dela. Thais ainda teria comentado que ela tinha uma medida protetiva contra a sogra por conta de desentendimentos. Informações do portal G1, mais detalhes CLIQUE AQUI.

Nenhum comentário: