PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Polícia Civil de Apucarana prende dez suspeitos de assassinato

A Polícia Civil de Apucarana realizou uma operação na manhã desta quinta-feira (25) para prender pessoas envolvidas em um assassinato que aconteceu no começo deste ano. Dez suspeitos foram presos. Aproximadamente 50 policias da cidade e da região participaram da ação, que contou ainda com o apoio do GOA, Grupamento de Operações Aéreas.No total 10 pessoas foram presas, sete homens e três mulheres. Segundo o delegado chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana, Gustavo Dante, todos teriam envolvimento com o homicídio e também com o tráfico de drogas. "O crime aconteceu no dia 28 de Janeiro, bem no aniversário da cidade, durante as investigações, ficou apurado que todos tem envolvimento com o assassinado, e além disso eles fazem parte de um associação criminosa envolvida com o tráfico de drogas. Dos sete homens presos, dois já estavam na cadeia", explica o delegado. Dante ainda informou que a arma usada no crime foi apreendida e uma perícia comprovou que os tiros saíram da pistola. "Agora com calma vamos apurar a participação de cada um no crime. Mas temos certeza do envolvimento deles. A motivação do assassinato foi o tráfico de drogas. A prisão de cada um é temporária, mas vamos pedir a conversão para provisória. A operação de hoje teve 100% de êxito com todos alvos com presos", detalha Gustavo Dante. As prisões aconteceram no Residencial Jaçanã, no Vale Verde, na Vila Apucaraninha e no Jardim Ponta Grossa. Foram presos: Wilson Thiago Ferreira Gomes de 32 anos, conhecido com 'dexter', Alan Junior da Silva Sales de Souza de 29, 'tubarão', Elton Pereira, 35, 'terrível', Thiago Dos Santos Roberto, 23, 'guimé', Rodrigo Anequini Klemp, 39, 'zico', Claudio Sebastião, 34, 'tio', Denilson Ramos, 52 anos 'dom ramos', Daiane Aparecida Miguel, 28, Veranice Anselmo 34, 'branca' e Helen Cristina Moraes Gomes de 34 anos. As investigações deve apontar a real participação de cada um. João Sérgio de Lima, de 34 anos, foi morto com pelo menos 13 tiros de pistolas 9 milímetros. Ele foi executado em uma estrada rural na tarde do dia 28/01, no Jardim Belvedere, em Apucarana. Por Sílvia Vilarinho, TNOnline

Nenhum comentário: