href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quarta-feira, 3 de julho de 2019

Leituristas da Sanepar sofrem ataques graves de cães

Os ataques de cães aos profissionais que fazem a medição do consumo de água nas casas, além de afastar o leiturista do trabalho, podem também prejudicar o morador que não terá a leitura do hidrômetro realizada. Desde o início deste ano, apenas em Foz do Iguaçu e região, cinco profissionais foram mordidos por cachorros e tiveram ferimentos graves. Para conscientizar os donos de animais e tentar impedir acidentes, funcionários da Sanepar vão percorrer os locais onde há mais registros de cães soltos na rua para esclarecer sobre as alternativas que podem ser adotadas. Uma das soluções é o deslocamento do hidrômetro, que normalmente fica dentro do imóvel, para a calçada. Neste caso, o aparelho fica dentro de uma caixa especial, o que permite a leitura sem necessidade de entrar no imóvel. Outra opção é prender o animal, mesmo que seja dentro do pátio, no dia em que o agente da Sanepar fará a leitura do hidrômetro. A data da leitura está na fatura de água. Os profissionais da Sanepar recebem treinamento periodicamente para saber como lidar com os cães. No início deste mês, a Polícia Militar realizou treinamento para toda a equipe dos agentes de leitura.

Nenhum comentário: