href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

terça-feira, 2 de julho de 2019

Jovem de Ivaiporã foi preso pela Rotam acusado de tráfico de drogas

A situação foi registrada na segunda-feira (01) pela PM às 11h26min, na antiga Marechal Deodoro, cujo nome foi alterado para Ladislao Gil Fernandez. Segundo relatos a equipe da ROTAM,foi até o local devido denúncias de venda de drogas na residência, onde mora um rapaz que atende pelo apelido de "Perebinha". Ele seria associado a outro suspeito, de apelido "Babinha", que está preso já há algum tempo. "As informações apontam que, após a prisão de Babinha, o Perebinha continuou a prática do tráfico, inclusive, no dia da prisão do primeiro, o segundo chegou a ser conduzido até a Delegacia, mas não ficou preso por falta de provas", informou a PM. No patrulhamento, foi abordado o suspeito, que estava juntamente com uma familiar, de 15 anos, na calçada e em frente a residência, sendo que, ao visualizarem a viatura, o rapaz repassou um pequeno invólucro para a feminina, a qual colocou em seu bolso. Ao serem abordados, se constatou que a moça estava com uma porção de maconha, pesando aproximadamente 03 gramas. Segundo o boletim a mãe do acusado, avançou em direção a equipe de policiais, tentando tumultuar a abordagem, mas foi contida. Questionados se havia mais entorpecente na casa, ambos afirmaram que não, mas através da porta, que estava aberta, foram visualizados pequenos pedaços de maconha sobre uma mesa, ao lado de um rolo de plástico filme idêntico ao usado para embalar a porção apreendida. Ao fazer uma varredura no imóvel, foi encontrado, em cima de uma cômoda, um pote de achocolatado contendo 40 porções de maconha e pesando 119 gramas, sendo, a maioria, envolvida por plástico filme e algumas por sacola plástica. Dentro do guarda-roupas havia uma invólucro com 67 pinos vazios, que são usualmente utilizados para acondicionar cocaína para venda. Apreendidos também alguns objetos de origem duvidosa, entre eles: 02 celulares; 01 tablet; 01 relógio e 01 rolo de plástico filme. O casal foi encaminhado a 54ª Delegacia Regional para os procedimentos cabíveis e negaram todas as acusações.

Nenhum comentário: