href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sexta-feira, 12 de julho de 2019

IVAIPORÃ - Prefeitura executa mais de 5 mil metros quadrados de asfalto na Avenida Maranhão


A Prefeitura de Ivaiporã executou 5.179,55 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica na Avenida Maranhão, beneficiando comerciantes e moradores com a eliminação do barro e da poeira – oferecendo mobilidade e segurança. A obra é executada próxima à Vila Nova Porã. Além de pavimentação asfáltica e galerias de águas pluviais a obra incluirá, por exemplo, meio fio (1.102,17 m²), calçada (1.158,98 m²), grama na calçada (957,77 m²), grama no canteiro central (1.436,40 m²), rampas de acessibilidade (26) e árvores (36). Nesta sexta-feira, dia 12 de julho, o prefeito Miguel Amaral acompanhou os serviços e afirmou que é muito importante para população e usuários da Avenida Maranhão. “Agradeço ao governador do Estado, Carlos Massa Ratinho Júnior, pela sequência dada às importantes obras executadas em Ivaiporã, bem como aos deputados estaduais Artagão Júnior e Alexandre Curi pelas emendas parlamentares que completaram os recursos da Prefeitura em prol do desenvolvimento do município”, declarou Miguel Amaral. Em seguida, o prefeito conferiu o andamento da obra em outro trecho da Avenida Maranhão, onde estão em execução os serviços de galerias pluviais. “Trata-se de uma importante etapa da obra que também receberá pavimentação asfáltica. Dessa forma, haverá mais qualidade de vida, segurança e valorização imobiliária”, analisou Miguel Amaral, que estava acompanhado do diretor do Departamento Municipal de Viação, Elizeu Magri. O prefeito agradeceu pela emenda parlamentar do deputado federal Sergio Souza, que somou aos recursos da Prefeitura para execução da obra.

Nenhum comentário: