href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

segunda-feira, 29 de julho de 2019

IVAIPORÃ - Prefeitura e Associação da Agricultura Familiar do Jacutinga realizam Concurso de Café Coado

No sábado, dia 27 de julho, a Prefeitura de Ivaiporã e Associação da Agricultura Familiar do Jacutinga realizaram o Concurso de Café Coado, durante 2º Festival do Café, que contou com a participação de 7 produtores: Celso Aparecido Gonçalves, Dalva Aparecida Cereja Gonçalves, Liziane Aparecida Veiga do Prado Ravar, Maria Aparecida Andrade, Neide dos Santos Rodrigues Marineli, Patrícia Marugal Marineli e Silvana Santos Fávaro. O engenheiro agrônomo da Emater, Cleverson da Silva Souza, explicou que os tipos de café inscritos no Concurso de Café Coado foram analisados de forma codificada – a cada café foi atribuído um número e não o nome do produtor. Dessa forma, os degustadores não sabiam a quem pertencia o café. A qualidade foi analisada pelo engenheiro agrônomo da Emater de Grandes Rios, Nelson Menoli Sobrinho; instrutor de degustação e classificação de café do IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná) de Londrina, Denilson Fantin; e pelo engenheiro agrônomo da Emater, Cleverson da Silva Souza. Segundo Nelson Menoli Sobrinho a análise dos tipos de café inscritos no Concurso de Café Coado envolveu do processo de produção ao preparo no coador, culminando no Melhor Café Coado com resultado unânime para o número 82. O diretor do Departamento Municipal de Agricultura, Adir Salla, afirmou que a qualidade do café produzido no Jacutinga é indiscutível. “Portanto, a realização do Concurso de Café Coado é mais uma forma de valorizar a produção e os produtores”, referiu Adir Salla. O resultado foi divulgado no palco do 2º Festival do Café. Entre os 7 produtores inscritos quem levou a premiação do Melhor Café Coado foi a produtora Silvana Santos Fávaro, a quem foi atribuído o número 82 durante a degustação. “Estou feliz com mais um resultado positivo, porque se trata do café campeão no 16º Prêmio Café Qualidade Paraná. Além disso, há mais café com bastante qualidade no distrito do Jacutinga”, afirmou Silvana Santos Fávaro. “É gratificante participar do 2º Festival do Café do Jacutinga. Apesar das dificuldades enfrentadas pelos produtores de café, por causa do clima frio, mais uma vez fica comprovado o grande potencial de produção no distrito”, declarou Nelson Menoli Sobrinho, desejando que os produtores do Jacutinga sejam premiados no 17º Concurso Café Qualidade, cuja final será realizada em Ivaiporã no dia 24 de outubro. Nelson Menoli Sobrinho reafirmou que as parcerias na realização do 2º Festival do Café do Jacutinga – especialmente entre a Prefeitura de Ivaiporã, Associação da Agricultura Familiar do Jacutinga e da comunidade refletem na repercussão do distrito. “Portanto, espero retornar no 3º Festival do Café do Jacutinga”, antecipou o engenheiro agrônomo. Os produtores foram parabenizados pelo prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, vice-prefeito Ilson Galiano, presidente da Câmara de Vereadores de Ivaiporã, Éder Bueno, presidente da Cresol, Sidney Guergolet e pelo presidente da Associação da Agricultura Familiar do Jacutinga, João Andrade.

Nenhum comentário: