href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Economia Solidária de Apucarana capacita turma em Cambira


O Projeto de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da secretaria da Mulher e Assuntos da Família (Semaf), pela primeira vez atuou em cooperação com um município vizinho, ajudando no curso de 20 horas/aula de capacitação de 54 empreendedoras econômico-solidárias, que terminou na última sexta-feira (12/7). A superintendente da Semaf, Bete Berton, ministrou o curso, levando a experiência adquirida em cinco anos do programa, que em Apucarana já capacitou 859 mulheres.A cerimônia de conclusão do curso e entrega dos certificados teve a presença do prefeito de Cambira, Emerson Toledo, da secretária de Assistência Social e primeira dama do município, Vanessa Marques da Silva, da coordenadora do projeto de Economia Solidária de Cambira Valdinéia Avincola, da secretária da Mulher e Assuntos da Família de Apucarana, Denise Canesin, e foi realizada no Centro do Idoso de Cambira. As formandas estavam muito animadas com a perspectiva que o curso inaugurou para elas. Antonia Domingos, por exemplo, disse que imaginava que as aulas seriam “chatas”, mas que foi ao primeiro dia para, pelo menos, tentar. “Mas adorei e acabei vindo todos os dias, fiz novas amizades, e acho que o trabalho vai ser muito bacana”, afirmou. Joyce Bortolotti, que trabalha com artesanato, falou que o curso foi “muito maravilhoso” e que não esperava que fosse tão gratificante. Para ela, as aulas ensinaram “diferentes maneiras e formas de trabalhar e progredir.” Maria Glória de Lima Freitas também afirmou ter aprendido muito e ter gostado do curso, que considerou excelente.O prefeito de Cambira, Emerson Toledo, destacou que a maior obra, hoje, não está em nenhuma construção. “O que precisamos é de investimentos em pessoas. Na partilha, na convivência. E é isso que a economia solidária nos traz”, disse. A secretária de Assistência Social , Vanessa Marques, falou que acredita que as mulheres que começaram no projeto têm condições de tornar possíveis muitos de seus sonhos.Inspiração A superintendente da Semaf, Bete Berton, ficou muito satisfeita com o resultado da capacitação. Aplaudida de pé pelas concluintes do curso, elogiada por todos, Bete Berton disse reconhecer nas formandas muita determinação e espírito cooperativo. “Ficamos muito felizes em ver que nossa iniciativa vem atingindo os objetivos a que se propõe e que nosso projeto pode ser replicado”, disse.“Servir de inspiração é motivo de grande orgulho para nós”, falou a secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin. Ela salientou também que a Rede de Mulheres Solidárias ganhou um espaço de exposição na próxima Expocam, a ser realizada entre 15 e 18 de agosto.

Nenhum comentário: