PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

terça-feira, 25 de junho de 2019

RodoNorte anuncia duplicação do segundo trecho do Contorno Sul em Apucarana

Investimento total é de R$ 70 milhões. Primeiro trecho de 3,5 km tem 85% das obras executadas e será entregue em novembro.
Os engenheiros Luiz Carlos Fernandes e Melissa Maronezi, da CCR RodoNorte, anunciaram hoje (24) ao prefeito de Apucarana, Junior da Femac, o início imediato da segunda etapa das obras de duplicação do Contorno Sul de Apucarana. Segundo eles, a empreiteira responsável pela duplicação do trecho é a J. Malucelli, que deve contratar cerca de trezentos trabalhadores para o novo canteiro de obras. O segundo trecho a ser duplicado é de 6,6 quilômetros e inclui três obras de arte: viaduto junto a estrada do Rio Bom, viaduto ao lado da subestação da Copel (acesso à Vila Rural Nova Ucrânia), e ponte sobre o Rio Biguaçu. O trecho a ser duplicado vai da estrada do Rio Bom até o novo viaduto, junto à BR-376. O engenheiro da RodoNorte, Luiz Carlos Fernandes, informa que este novo trecho deve ser concluído em novembro de 2020. A primeira etapa da duplicação no sentido Maringá-Curitiba, partindo do acesso ao 10º BPM até a interseção com a Rua Cristiano Kussmaul (estrada para Rio Bom), está bastante adiantada, neste trecho de 3,6 quilômetros. “Chegamos a 85% das obras executadas e até o mês de novembro este primeiro trecho estará concluído e liberado ao tráfego”, anunciou Fernandes.
O prefeito Junior da Femac se manifestou satisfeito com o início da segunda etapa da duplicação do contorno sul, lembrando que ele e o ex-prefeito e atual secretário da saúde do Paraná, Dr. Beto Preto, gestionaram junto ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para a liberação deste segundo trecho. “Trata-se de um investimento total de R$ 70 milhões na duplicação e implantação de viadutos, ponte e contenções, que em breve podem impulsionar novos empreendimentos nesta região”, avalia Junior da Femac. Para viabilizar a obra, serão feitas 33 desapropriações pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). E deste total, seis são de áreas de propriedade do município, que serão cedidas ao DER. “Estamos agilizando estes trâmites para dar encaminhamento às obras”, explica Junior da Femac. O engenheiro Luiz Carlos Fernandes diz que a preocupação no momento é encaminhar a liberação das áreas de desapropriações. Ele avalia que a duplicação do contorno sul é muito aguardada não só pelos apucaranenses, mas por todos os usuários da rodovia que, na prática, liga Curitiba a toda a região de Maringá. O Contorno Sul, de acordo com o prefeito, está situado em região estratégica de expansão da cidade, que já apresenta crescimento industrial e residencial. “Além de novos loteamentos industriais, teremos nesta região o novo cemitério municipal na Gleba Nova Ucrânia, e projetos para liberação de novos loteamentos residenciais”, explica Junior, assinalando que a duplicação e os viadutos irão assegurar mais segurança e mobilidade no Contorno Sul.

Nenhum comentário: