PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

sábado, 29 de junho de 2019

“Ratinho Jr defendeu ano passado o reajuste ao funcionalismo porque achou que tinha R$ 5 bilhões no caixa e era mentira”, diz o líder do governo

Em entrevista à Rádio T e ao Blog da Mareli Martins nesta quarta-feira (26), o líder do governo de Ratinho Junior (PSD) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Hussein Bakri (PSD), assumiu que de fato o agora governador prometeu durante a campanha que iria conceder o reajuste aos servidores públicos. (Ouça um trecho da entrevista ao final do texto) Mas segundo Bakri o então candidato ao governo contava com os R$ 5 bilhões que a ex-governadora Cida Borghetti (PP) disse que deixou em caixa. Porém, Bakri afirmou que o problema é que esse dinheiro não existe. “No passado o governador defendeu sim o reajuste dos servidores, defendeu sim. Mas ele defendeu porque tinha a informação de que o governo tinha cinco bilhões em caixa e era mentira”, disse o líder do governo. Hussein Bakri foi questionado sobre o que aconteceu com os R$ 5 bilhões anunciados pela ex-governadora Cida Borghetti e que estaria no caixa do estado. “Essa é a pergunta. Nós achávamos que as contas do estado era uma e era outra. A retórica é essa, eles diziam que tinha dinheiro. Esta é uma boa pergunta”, afirmou Bakri. O deputado também apontou outras situações que, segundo ele, o governador só ficou ciente após assumir o governo. ” Ele não sabia que o PIB (Produto Interno Bruto) iria diminuir o crescimento. Ele também não sabia que a receita do FPE (Fundo de Participação dos Estados) iria cair 10%. Alguém acha que o Brasil vai sair da crise antes de um ano ou ano e meio?”, questionou. Segundo Hussein Bakri, o governo “só vai voltar a negociar com os servidores após a suspensão da greve”. Ele destacou também que o “governo está estudando uma proposta aos servidores”. No entanto, essa proposta ainda não existe. Informações da jornalista Mareli Martins da Rádio T, vejam a mate´ria completa CLIQUE AQUI.

Nenhum comentário: