href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Prova Paraná avalia 1300 alunos da rede municipal de Apucarana

Os 1300 alunos matriculados nas turmas de 5º ano da rede municipal de Apucarana participaram nesta terça-feira (11) da segunda edição da Prova Paraná, uma avaliação diagnóstica que tem como objetivo identificar as dificuldades e as habilidades deles no processo de aprendizagem de Língua Portuguesa e Matemática.A secretária municipal de educação, Marli Fernandes, e os técnicos do Núcleo Regional de Educação, Neucely Ribeiro, Luciane Jonas e Vladimir Barbosa da Silva, acompanharam a aplicação da prova na Escola Municipal Presidente Médici, do Jardim Apucarana. “Apesar de nós já termos uma avaliação diagnóstica própria, a Prova AME que é aplicada anualmente no final do primeiro semestre, nós decidimos aderir à Prova Paraná por entender que ela se trata de uma ferramenta a mais para o acompanhamento da evolução dos nossos alunos. A segunda edição do exame foi bastante tranquila na rede municipal de ensino,” disse a secretária.“A partir de agora, os professores farão a correção da prova através do aplicativo de celular Corrige. Na rede estadual, ela também foi aplicada nas turmas de 6º ao 9º ano do ensino fundamental e nas de 1º ao 3º ano do ensino médio,” acrescentou a técnica do NRE, Neucely Ribeiro.Na primeira edição da Prova Paraná, feita no último mês de março, os alunos do 5º ano da rede municipal de Apucarana acertaram 64,85% das questões de língua portuguesa e 69,25% das de matemática. Uma terceira edição da avaliação está agendada para o mês de setembro.“Os resultados já foram muito bons, mas serviram para que os professores revisassem suas estratégias em relação aos estudantes que têm mais dificuldades. Nós acreditamos que o percentual de acertos na segunda edição será ainda maior,” afirmou a secretária.De 11 a 14 de junho, os 1340 alunos matriculados nas turmas de 2º ano também passarão por uma prova para verificar a fluência em leitura na fase de alfabetização.

Nenhum comentário: