href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Estagnação do país coloca os Estados em alerta, diz Traiano

“A situação econômica do Paraná é confortável em comparação aos outros Estados, mas a estagnação da economia brasileira também nos afeta e a conjuntura exige cautela”. A avaliação é do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB) depois de ouvir a explanação do secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior, que fez hoje (5), para os deputados, a prestação de contas sobre o primeiro quadrimestre de 2019. “A estagnação da economia brasileira se reflete no desempenho econômico e nas receitas do Estado. O setor produtivo não gera receita o que deve nos alertar e preocupar. Precisamos ter toda cautela para não comprometer o que governo já fez, com a contribuição do Legislativo, para sanar os problemas de caixa”, destacou Traiano. O secretário da Fazenda alertou que, com a recuperação lenta do cenário econômico nacional, “medidas de controle de corte de despesas serão necessárias”, levada em consideração a possibilidade de recessão no segundo semestre. Os dados apresentados dão conta de um incremento de R$ 1 bilhão na arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em relação ao mesmo período de 2018, sinalizando 2,5% a mais. Mesmo assim, a receita total registrou queda real de 4,86% (não computada a inflação).

Nenhum comentário: