href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sábado, 15 de junho de 2019

Em Apucarana Casa Divina Providência reivindica ajuda do Município

Diretores voluntários da Casa de Apoio Divina Providência estiveram em audiência nesta sexta-feira (14), com o prefeito de Apucarana, Junior da Femac. A entidade atua no sentido de ajudar as pessoas que estão em Apucarana em busca de tratamento médico-hospitalar ou que passam por cirurgias. “Muitas pessoas que acompanham os pacientes não dispõem de recursos para se manter na cidade e, nestas circunstâncias, a Casa de Apoio Divina Providência oferece café da manhã, almoço e espaço para repouso”, explica o presidente da entidade, Pedro Fisco. José Balau e Lairton Pereira, do Conselho Diretor da entidade, também presentes na audiência, explicaram que têm o apoio de vinte e cinco voluntários que se revezam nas demandas da casa de apoio. “Mantemos apenas duas funcionárias, sendo uma na cozinha e outra na administração, mas faltam recursos para a alimentação e outras despesas”, explica Lairton pereira. A casa de apoio conta com a colaboração de alguns empresários que pagam carnês mensais e outros que doam alimentos e material de limpeza. “Trata-se de um trabalho de grande importância, pois observamos no dia a dia a dificuldade de muitas famílias e isso nos sensibiliza”, assinala José Balau. O prefeito Junior da Femac assegurou que o Município irá buscar alternativas para contribuir na manutenção da Casa de Apoio Divina Providência. “São pessoas valorosas da nossa sociedade que mantém este serviço de grande alcance social e que merecem o nosso apoio”, frisou. A audiência também foi acompanhada pelo vereador Gentil Pereira, o empresário Rodrigo Ducatti, e o secretário Herivelto Moreno.

Nenhum comentário: